OPERAÇÃO BLOODWORM: Gaeco de MT dá apoio a operação e cumpre mandados em oito cidades

OPERAÇÃO BLOODWORM: Gaeco de MT dá apoio a operação e cumpre mandados em oito cidades

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), força-tarefa permanente constituída pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, Polícia Judiciária Civil, Polícia Militar, Polícia Penal e Sistema Socioeducativo, está cumprindo 13 mandados de prisão e 11 mandados de busca e apreensão em apoio à Operação Bloodworm, deflagrada nesta sexta-feira (5) pelo Gaeco de Mato Grosso do Sul. Os mandados são cumpridos em Cuiabá, Várzea Grande, Cáceres, Mirassol D’Oeste, Vila Bela da Santíssima Trindade, Sinop, Marcelândia e Primavera do Leste, com apoio das equipes da Rotam e da Força Tática da Polícia Militar. 

Até o momento foram presas nove pessoas e apreendidos 14 celulares, R$ 7.492,00 em espécie, um notebook e duas porções de entorpecentes. A operação tem como alvo lideranças de facções criminosas que atuam em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro.

BLOODWORM – O nome da operação significa “larva-vermelha”, uma espécie conhecida por possuir dentes metálicos. De acordo com a revista científica Matter, esse verme feroz e venenoso conta com quatro dentes compostos de cobre, usados tanto para morder presas quanto para lutar com rivais. Os dentes podem atuar como um catalisador, aumentando a velocidade com que o veneno atua na vítima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido