Kawahiva Colniza(MT): Organizações pressionam Lula por demarcação de terra para indígenas isolados.

Kawahiva Colniza(MT): Organizações pressionam Lula por demarcação de terra para indígenas isolados.

A Federação dos Povos e Organizações Indígenas de Mato Grosso (Fepoimt) enviou uma nova carta para reforçar o apelo de organizações nacionais e internacionais para a rápida demarcação do território do povo indígena isolado Kawahiva, de Colniza, em Mato Grosso.

Alvos de garimpeiros, madeireiros e fazendeiros, os Kawahiva são os últimos sobreviventes de décadas de massacres e doenças que exterminaram os seus familiares, no noroeste de Mato Grosso.

As organizações apontam que, sem a devida proteção ao seu território, o genocídio dos Kawahiva pode ser completo.

No final de 2023, a Survival International, junto das organizações indígenas e indigenistas de Mato Grosso e do Brasil, enviou um apelo formal ao governo brasileiro sobre a atual situação do povo indígena isolado Kawahiva.

De acordo com a Fepoimt e a Survival, o apelo não teve resposta do Governo Federal.

“A urgência desse caso está sendo cada vez mais reconhecida dentro e fora do Brasil, inclusive em espaços de decisões sobre o envio de recursos para a proteção da floresta amazônica”, apontam.

Segundo a Survival, os Kawahiva vivem em Colniza, onde 90% dos proventos da cidade vêm da extração ilegal de madeira da floresta amazônica.

Fonte: Mídia Jur

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido