Casal de Colniza é sequestrado em Cuiabá durante venda de carro de luxo

Casal de Colniza é sequestrado em Cuiabá durante venda de carro de luxo

Mulher quebrou a perna em tentativa de fuga

Dois homens, identificados pelas iniciais R.J de C.N, 23 anos e N.G.J.S, 18 anos, foram presos após roubarem um carro e sequestrar um casal na tarde dessa segunda-feira (08.01), em Cuiabá. Uma das vítimas quebrou a perna ao tentar pular do carro em movimento, na tentativa de fugir dos sequestradores.  

O comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Jean Kleber, relatou que as vítimas são do município de Colniza e estavam na Capital negociando um carro, modelo Pajero, em troca de uma caminhonete Hilux SW4, através de uma plataforma de venda digital. Na negociação, as vítimas iriam dar a Pajero e um alto valor em troca da caminhonete.

A vítima do sexo masculino relatou para a PM que ele e a esposa se encontraram com um terceiro homem em um cartório de Cuiabá para a negociação. A pessoa citada foi identificada pelas iniciais B.J.G.A, 25 anos, e se passou pelo filho do suposto proprietário da SW4.

Do cartório, as vítimas foram até o bairro Consil, onde o criminoso disse que estava a caminhonete. No local, o suspeito B.J.G.A se afastou das vítimas e os suspeitos R.J de C.N e N.G.J.S se aproximaram anunciando o assalto e as obrigando a entrarem na Pajero do casal.

Segundo a vítima, no momento do desespero, a esposa dele tentou pular do carro em movimento e quebrou a perna, mas os suspeitos a colocaram de volta no veículo e foram para o campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), onde eles agrediram e ameaçaram as vítimas. O homem relatou que os suspeitos os ordenaram a fazer transferência bancária no valor que eles tinham negociado o carro.

Conforme o coronel, após receberem as informações do sequestro, as equipes policiais iniciaram os trabalhos para localizar as vítimas e conseguiram descobrir que os suspeitos estavam na UFMT com as vítimas. No local, a PM encontrou o casal e os dois suspeitos que estavam armados com uma pistola 9mm, municiada.

A mulher foi encaminhada para uma unidade hospitalar onde ficou internada devido à fratura na perna. Durante as investigações, os suspeitos revelaram o local onde o terceiro suspeito, que se passou pelo filho do dono da caminhonete, estava escondido. No local, os policiais encontraram tornozeleira eletrônica do criminoso rompida, drogas e objetos característicos de roubo e furto; além de uma case de um equipamento utilizado para bloquear sinal de rastreador.

Os suspeitos foram presos sob acusação de porte ilegal de arma de fogo, extorsão e sequestro, formação de quadrilha, lesão corporal e uso ilícito de drogas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido