‘Ex-moradora de Colniza’: Homem suspeito de matar a esposa é ouvido pela polícia, nega o crime, e depois passa mal em hospital.

‘Ex-moradora de Colniza’: Homem suspeito de matar a esposa é ouvido pela polícia, nega o crime, e depois passa mal em hospital.

Problema na bexiga foi resolvido e acusado deve voltar para a cela, onde continuará sendo vigiado por dois policiais

O FOLHA DO SUL ON LINE recebeu imagens que confirmam que o homem de 33 anos suspeito de matar a esposa e deixar uma faca cravada no pescoço dela, passou mal na madrugada desta quinta-feira, 12, mobilizando médicos e enfermeiras do Hospital Regional de Vilhena.

O site já abordou a situação do paciente, que chegou à unidade e passou por cirurgia após ser resgatado com uma perfuração de faca no abdome. Ele foi encontrado ferido no setor de chácaras e levado por uma equipe do Corpo de Bombeiros para receber atendimento médico, estando internado desde então (CONFIRA AQUI).

Segundo apurou a reportagem, o suspeito se queixava de fortes dores na barriga e foi levado para a Sala Vermelha, com possibilidade de transferência para a UTI. O problema na bexiga, uma intercorrência comum em pacientes que passam por laparotomia exploratória, foi resolvido e ele deve voltar para a cela, onde continuará sendo vigiado por dois policiais militares.

A mulher morta foi sepultada, sob forte comoção, na manhã de hoje. O acusado prestou depoimento à Polícia Civil durante várias horas na tarde de ontem, e o interrogatório foi acompanhado por um advogado.

O teor do que ele disse não foi tornado público, mas o FOLHA DO SUL ON LINE confirmou que o interrogado voltou a negar que tenha matado a esposa, atribuindo o crime a uma pessoa que teria lhe sequestrado, atacando-o a facadas.

O site segue acompanhando o caso e trará, assim que possível, a versão do homem, que teve três filhos pequenos (um bebê de 09 meses e dois garotos de 02 e 09 anos) com a esposa, e que poderá ser indiciado pelo feminicídio dela, cuja motivação não está clara ainda.

Aliás, nem mesmo a autoria do ataque, apesar dos indícios, está oficialmente confirmada até o momento. Embora tenha recebido a informação de que a prisão do suspeito teria sido pedida e autorizada pela justiça, o site não conseguiu confirmar esta de decisão.

Fonte: Folha do Sul

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido