Escrivã é presa suspeita de extorquir produtores rurais para cancelar supostos inquéritos de crimes ambientais em MT

Escrivã é presa suspeita de extorquir produtores rurais para cancelar supostos inquéritos de crimes ambientais em MT

Vítimas eram chamadas até a delegacia para dar valores à escrivã. Em troca, ela não daria continuidade nas supostas investigações contra eles, que, na maioria dos casos, nem existiam.

Uma escrivã foi presa, nesta quarta-feira (27), suspeita de extorquir produtores rurais para anular supostos inquéritos contra crimes ambientais que, na maioria dos casos, sequer existiam em Paranatinga, a 411 km de Cuiabá.

g1 tenta localizar a defesa da acusada, mas, até a última atualização desta reportagem, não houve retorno.

O delegado responsável pela investigação, Eric Martins, contou que foi um caso isolado e que a suspeita chamava os produtores até a delegacia para pedir dinheiro e, em troca, ela não dava continuidade nos processos policiais.

“Qualquer tipo de denúncia contra a servidora podem me procurar ou ir até a delegacia”, disse.

Os policiais cumpriram um mandado de prisão preventiva decretada pela Justiça. Ela responde por extorção. A Polícia Civil investiga o caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido