Profissionais da educação param atividades e pedem melhores condições de trabalho em MT

Profissionais da educação param atividades e pedem melhores condições de trabalho em MT

Os profissionais reivindicam a valorização dos trabalhadores, melhores condições de trabalho, mais segurança nas escolas, fim do confisco das aposentadorias e das pensões, entre outros assuntos.

Integrantes do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), de 28 municípios, participam nesta quarta-feira (26), de uma Paralisação Nacional dos profissionais da educação pública. O ato publico ocorre em frente à Assembleia Legislativa de Mato Grosso, em Cuiabá.

Segundo o Sintep, a data marca o dia da luta nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública, que está na 24ª edição, com reivindicações para os trabalhadores da rede estadual e redes municipais.

De acordo com o presidente do Sintep, Valdeir Pereira, as pautas discutidas são referentes à Revisão Geral Anual (RGA), a valorização dos trabalhadores, melhores condições de trabalho, mais segurança nas escolas, fim do confisco das aposentadorias e das pensões, entre outros assuntos.

O Sintep também fará a entrega oficial da pauta de reivindicação dos profissionais da rede estadual à presidente em exercício da Casa de Leis, deputada Janaina Riva, ainda no período da manhã, antes do início da abertura dos trabalhos legislativos.

Os profissionais pedem por melhores condições de trabalho, mais segurança nas escolas, fim do confisco das aposentadorias e das pensões, entre outros assuntos — Foto: TVCA

Deixe uma resposta

error: Conteúdo Protegido