Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 Notice: Array to string conversion in /home/defaultwebsite/public/wp-includes/class-wp-widget.php on line 691 CONCLUIU O JULGAMENTO DOS MANDANTES DO ASSASSINATO DO EX-PREFEITO DE COLNIZA, ESVANDIR ANTONIO MENDES - As penas somadas chegam a 143 anos de prisão. - Pantanal OnLine
qua. fev 1st, 2023

CONCLUIU O JULGAMENTO DOS MANDANTES DO ASSASSINATO DO EX-PREFEITO DE COLNIZA, ESVANDIR ANTONIO MENDES – As penas somadas chegam a 143 anos de prisão.

Penas aplicadas aos réus somam 143 anos de prisão. Crime aconteceu em 2017. O processo corre sob sigilo.

O Ministério Público informou, que concluiu o julgamento dos mandantes do assassinato do ex-prefeito de Colniza, Esvandir Antonio Mendes, depois de quase cinco dias. As penas somadas, entre as pessoas que ordenaram o crime e os executores chegam a 143 anos de prisão.

As condenações, segundo os promotores, incluem o homicídio qualificado do então chefe do Executivo e as tentativas de homicídio contra as vítimas Walison Jones Machado Lara, Rosimeire Costa e Admilson Ferreira dos Santos, além de crimes de associação criminosa e receptação.

O processo corre sob sigilo e o júri foi conduzido pelo juiz Fabio Alves Cardoso, da 3º Vara de Juara.

O julgamento dos mandates Yana Fois Coelho Alvarenga e Antonio Rodrigues Neto foi realizado na semana passada, em Juara, a 690 km de Cuiabá. Já o júri dos executores ocorreu em outubro de 2021, em Colniza, a 1.065 km da capital, e se estendeu por quase 20 horas.

“A Promotoria de Justiça argumentou que o interesse da ordem pública e a dúvida na imparcialidade dos jurados não possibilita o julgamento justo dos dois réus na Comarca de Colniza. Enfatizou ainda que vários jurados que foram intimados para participar das sessões de julgamento manifestaram informalmente o desejo de não participar de eventual julgamento com temor dos acusados”, informou o MP sobre o pedido de desaforamento do júri.

O assassinato

O crime, em 15 de dezembro de 2017, teria sido motivado por uma dívida. Esvanir, de 61 anos, dirigia uma caminhonete acompanhado do ex-secretário de Finanças, Admilson Ferreira dos Santos, de 41 anos, quando dois homens se aproximaram do veículo, pouco antes da entrada do município.

Os dois foram perseguidos pelos suspeitos, que, momentos depois, começaram a atirar. O prefeito morreu no local. Já o secretário foi atingido por dois tiros – um na perna e outro nas costas. Ele chegou a ficar internado, mas teve alta pouco tempo depois.


Após o início das investigações, a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT) montou uma força-tarefa para localizar os envolvidos. Dois dias depois, três homens foram presos suspeitos de executar o ex-prefeito.

Zenilton Xavier de Almeida, o empresário Antônio Pereira Rodrigues Neto e Welisson Brito Silva foram presos em uma estrada entre os municípios de Juruena e Castanheira, a 893 km e 780 km de Cuiabá, respectivamente.

Conforme as investigações, Antônio é apontado como o mandante do crime, tendo também participado da execução do prefeito. Ele teria contratado os dois comparsas no Pará para participarem da ação.

O trio estava em um veículo no momento em que foram abordados pelos policiais. Dentro do automóvel foram apreendidos R$ 60 mil em dinheiro que seriam o pagamento pela execução do prefeito. As armas usadas no crime foram encontradas em um rio.

O empresário e os dois suspeitos foram indiciados pela polícia no dia 17 de dezembro do mesmo ano.

Em 2021, Welison e Zenilton foram condenados, respectivamente, a 28 e 25 anos de prisão pelo homicídio.

Outras prisões

Durante as investigações, a mulher de Antônio foi presa por possível envolvimento no crime. A médica Yana Fois Coelho Alvarenga teria emprestado o carro dela para o cunhado adolescente, a fim de que ele ajudasse o marido dela e os dois executores a fugir.

O Ministério Público de Mato Grosso (MPMT) denunciou o empresário, Yana, Zenilton e Welison pela morte do ex-prefeito.

Três meses antes de ser assassinado, o ex-prefeito procurou a Promotoria de Justiça de Colniza para declarar que estava sofrendo ameaças e que o presidente da Câmara Municipal da época teria interesse em sua cassação. Na época em que fez as declarações ao MP, ele estava afastado da Prefeitura de Colniza por decisão do Legislativo Municipal.

O ex-prefeito afirmou ao MP que estranhos estariam rondando a sua casa e que temia pela própria vida. No entanto, ele não quis representar ou registrar ocorrência na delegacia por medo de que o vereador, por ser um policial militar aposentado, pudesse ter acesso ao documento com facilidade.

Segundo o ex-prefeito, desde o seu afastamento, uma caminhonete da Câmara de Vereadores estava sendo vista passando devagar pela frente da casa dele, como se quisesse ver a movimentação no local, assim como motocicletas passaram a rondar a residência durante a noite.

Esvandir disse ter sido alertado pelo amigo que o presidente da Câmara teria dito ao então prefeito interino que havia um jeito de tirá-lo da prefeitura, insinuando que usaria arma de fogo, se necessário.

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?

Categorias