qui. dez 1st, 2022

Prefeito de Nova Mutum (MT) ‘proíbe’ grupo LGBTQIA+ de se apresentar em eventos públicos após peça sobre diversidade

Artistas contaram ao g1 que performaram o tema em outras ocasiões e nunca houve problemas.

Após uma apresentação durante a festa de São João em que defenderam a inclusão e o respeito à diversidade em Nova Mutum, no médio-norte do estado, o Grupo Junino Explosão Luverdense foi “proibido” pelo prefeito Leandro Félix (PSL) de retornar à cidade em eventos públicos. Segundo ele, o grupo teria violado os valores da família defendidos pela administração.

O show apresenta a personagem Verona Martins e sua trajetória de aceitação de gênero. A ideia do espetáculo, assim como o texto narrado, era estimular a inclusão das pessoas da comunidade LGBTQIA+, segundo o grupo de Lucas do Rio Verde.

No dia seguinte ao show, no domingo (24), o prefeito se manifestou em um vídeo nas redes sociais, onde defende os princípios e valores da família, segundo ele, defendidos pela administração. De acordo com o Félix, enquanto ele estiver à frente do município, o grupo está “proibido” de se apresentar novamente em eventos públicos.

Desdobramento

g1 procurou o prefeito, mas não obteve retorno até o fechamento desta reportagem.

Já o Grupo de Dança Junina Explosão Luverdense informou, em nota, que o texto sobre “ser quem você quiser ser” foi usado em todas as apresentações anteriores no município e nunca houve qualquer problema.

“A direção [do grupo] deixa claro que, em momento algum, teve a intenção de desrespeitar a ética e moral de alguém”, disse no documento.

O grupo ainda relatou que foi convidado para participar da festa no sábado (23), por uma conversa por aplicativo de mensagens e ficou ficou combinado que a organização do evento iria ficar responsável pela locomoção dos artistas, na ida e volta. Além de oferecer um lanche e um camarim para a equipe se preparar para o espetáculo.

Contudo, ao chegar no local, a organização não tinha reservado espaço para o estacionamento do ônibus que fez o transporte do grupo.

“Gostaríamos de deixar claro, também, que de nenhuma forma vamos deixar o caso arquivado. Procuramos, sim, os nossos direitos e vamos resolver de forma legal e pela lei. O senhor prefeito não soube ser coerente desta vez, esperamos que aprenda a valorizar o trabalho e o município vizinho que temos muito orgulho de representar e, da próxima, valorize pelo menos com um muito obrigado”, diz a nota.

Eles ainda agradeceram todo apoio e carinho que receberam ao final da apresentação e, depois, nas redes sociais com a repercussão do caso.

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?

Categorias