qua. maio 18th, 2022

Urgente: Após escândalo de suposto esquema de captação de Pacientes do SUS, Prefeito de Colniza afasta envolvidos para não atrapalhar investigações.

Suposta Organização Criminosa captava paciente do SUS, dentro do Hospital André Maggi.

O site Pantanal OnLine PUBLICOU com exclusividade uma Matéria gravíssima de uma denúncia que foi feita no Ministério Público da Comarca de Colniza, ou seja, a denúncia refere-se a suposto crime de captação, aliciamento e agenciamento de Pacientes do SUS, no Hospital Municipal André Maggi, para realizarem cirurgias, principalmente ortopédicas e realização de exames.

Após repercussão do caso, Prefeito Milton Amorim afastou e remanejou os funcionários Públicos envolvidos na denúncia, o afastamento foi em menos de 03 horas da publicação da matéria, vejam a nota oficial da Prefeitura de Colniza:

De acordo com nossas fontes o único que permanece no Hospital é o Dr. Fábio, pois a alegação seria a falta de médicos para atender a população.

Entenda o caso:

Médicos, Diretor e Funcionários do Hospital Municipal de Colniza são denunciados no Ministério Público por suposto esquema de captação de paciente do SUS(Sistema Único de Saúde), para Hospital Particular.

O site Pantanal OnLine teve acesso com exclusividade uma denúncia gravíssima que foi feita no Ministério Público da Comarca de Colniza, ou seja, a denúncia refere-se a suposto crime de captação, aliciamento e agenciamento de Pacientes do SUS, no Hospital Municipal André Maggi, para realizarem cirurgias, principalmente ortopédicas e realização de exames.

De acordo com o denunciante, uma das vítimas que não quis participar do suposto esquema, estaria com muitas dores, e sem resultado de exames, teria sido encaminhada para o município de Juína e ao chegar no hospital de Juína sofreu outra decepção, desilusão, pois, o Ortopedista disse que nada poderia fazer e que só poderia realizar a cirurgia pelo Particular.

A situação, segundo a denúncia, chegam a serem absurdas, pois, na denúncia, consta que pacientes são captados pela suposta Organização Criminosa, que de acordo com o denunciante e formada pelos seguintes médicos e funcionários:

Como funciona o Suposto esquema:

O suposto esquema, funciona, a partir de quando a ambulância do município leva os pacientes para o Hospital particular CEMEC, e que, após serem submetidos ao tratamento, a ambulância retornava ao Hospital CEMEC(particular), buscava os pacientes e o levava para o Hospital Municipal para ser internados.

De acordo com o denunciante, a situação, ou melhor, o suposto esquema de captação de pacientes do SUS, para o Hospital Particular CEMEC, era, ou tão “rotineira”, que as funcionárias do Dr. João tinham a liberdade de cuidar dos pacientes do suposto crime organizado, sem estarem de plantão, inclusive, de acordo com o denunciante, a Técnica de Enfermagem Dayanne, teria liberdade, por fazer parte da equipe da SAMU, de entrar e sair quando quisesse do Hospital Municipal André Maggi. Que de acordo com os denunciante, o fato é absurdo, pois nem os Vereadores teriam essa liberdade de entrar e sair a hora que quisessem.

A Denúncia:

A denuncia que foi feita e assinada e protocolada no Ministério Público da comarca de Colniza, contém inúmeras páginas, e enviamos a alguns juristas que nos informaram que são gravíssimas e tem provas suficientes para o MP abrir investigação e oferecer denúncia a justiça.

Na denúncia, contém relatos de testemunhas e provas comprometedoras que caso sejam acatadas pelo MP poderemos até termos em breve uma Operação do GAECO dentro do Hospital Municipal de Colniza.

Não colocamos páginas da denúncia para preservamos e não expormos as testemunhas e vítimas do suposto esquema!

Câmara de Vereadores e Investigação:

Então, vejam bem, a sociedade tem a imprensa e o denunciante do lado deles, esperamos que os vereadores de Colniza, que foram eleitos e são pagos com dinheiro do povo, para legislar e fiscalizar, cumpram com seus deveres e mostre para os moradores que não são coniventes e nem omissos.

Vejam bem, mencionamos que nem os vereadores tem essa liberdade de entrar e sair do Hospital André Maggi, mas seria impossível negar o acesso aso parlamentares, se eles, montarem uma comissão de investigação.

Outro lado:

De imediato ao tomarmos conhecimento dessa grave denúncia, procuramos a assessoria do Prefeito Municipal Milton Amorim, que mais uma vez, informou que tomou conhecimento dos fatos por parte da equipe do Site Pantanal Online, que ainda não recebeu nenhuma notificação por parte do Ministério Público, e que mesmo sem receber irá tomar todas providências que o caso requer.

Ainda de acordo com a assessoria da prefeitura, em um ano a frente dos trabalhos, já sanou várias irregularidades e já abriu vários processos administrativos e conforme as denúncias chegam, tanto a Secretária de Administração, quanto a Assessoria Jurídica da Prefeitura, elas são investigadas, apuradas e caso seja constatado alguma irregularidade os envolvidos são punidos administrativamente e caso caiba também são denunciados judicialmente.

Quanto a esta denúncia a assessoria informou que já está montando uma equipe para tratar especialmente deste caso, que está do lado do Ministério Público nas possíveis investigações, bem como está a disposição da imprensa e dos moradores para maiores esclarecimentos.

Demais envolvidos:

Ainda não conseguimos contato com os médicos e funcionários envolvidos na denúncia, mas informamos a prefeitura que estamos a disposição de todos. E também colocamos este espaço aberto, tanto para a clínica particular envolvida na denúncia, quanto pra os demais envolvidos nesse suposto esquema criminoso de captação de paciente do SUS.

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?

Categorias