qui. ago 11th, 2022

Nuvem de gafanhotos invade lavoura de milho e destrói plantação em MT

Insetos já devastaram o pomar e avançaram para o milharal em propriedades vizinhas.

Folhagens dos cajueiros foram todas consumidas pela nuvem de gafanhoto  — Foto: Empaer

Folhagens dos cajueiros foram todas consumidas pela nuvem de gafanhoto — Foto: Empaer

Um produtor teve a propriedade infestada por gafanhotos e precisou da ajuda de Técnicos da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) no controle dos insetos na região.

A nuvem já devastou o pomar e avançou para o milharal e propriedades vizinhas.

Os técnicos da Empaer foram até a propriedade do agricultor Almiro Franco, 83 anos, na terça-feira (4). Foi confirmada a intensidade dos ataques dos insetos que consumiram toda a vegetação do local.

Inseto segue consumindo toda vegetação da propriedade — Foto: Empaer

Inseto segue consumindo toda vegetação da propriedade — Foto: Empaer

Há cinco dias, o produtor percebeu a praga em seu pomar e que avançava para a lavoura do milho. O técnico Fernando Thiago explica que foram recomendadas para o produtor duas opções: o controle químico ou os inseticidas biológicos.

Uma aplicação aérea com controle químico afetaria as áreas vizinhas por estarem próxima das casas do Distrito.

Há ainda a opção do uso do jato dirigido com bombas motorizadas atingindo a parte mais baixa e que diminui a incidência com a aplicação dos inseticidas biológicos à base de beauveria bassiana ou metarhizium anisopliae.

Nesse caso, o processo é mais lento por ser biológico e não atingir os insetos mais desenvolvidos, Fernando explica.

A propriedade está localizada no Distrito de Alto Coité, a 10 km de Poxoréu, e a 30 km de Primavera do Leste.

Olá Eu Sou o Raynner, Tenho 14 anos e sou Aprendiz Do site O Pantanal Online

Qual é a sua Opinião?

Categorias