qui. dez 1st, 2022

Alunos do IFMT são premiados em Brasília com programa que analisa asteroides

Estudantes representaram Mato Grosso em um concurso do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) em parceria com a NASA.

Alunos do IFMT são premiados em concurso nacional de ciência — Foto: Reprodução/TVCA

Alunos do IFMT são premiados em concurso nacional de ciência — Foto: Reprodução/TVCA

Os alunos do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), campus SInop, a 503 km de Cuiabá, foram premiados, no dia 9 deste mês, em um concurso nacional em Brasília. Os estudantes analisaram asteroides em um programa de computador e ganharam medalhas no evento.

O programa ‘Caça asteroides’ é uma parceria entre Programa Caça Asteroides do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e a NASA.

O professor Hélio Ornellas explica que os alunos observaram e analisaram os asteroides que estão em movimento fora da Terra.

“Eles vão procurar por objetos em movimento. Os asteroides estão em movimento, as estrelas estão paradas, então basta ficar olhando a imagem com atenção e ver se consegue achar alguma coisa que esteja se movimentando”, contou.

O programa tem o objetivo de descobrir e monitorar asteroides que possam causar risco de colisão com a Terra e, no futuro, criar métodos de evitar que isso aconteça.

Alunos foram convidados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) participar do evento — Foto: Reprodução/TVCA

Alunos foram convidados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) participar do evento — Foto: Reprodução/TVCA

A estudante de eletromecânica Eduarda Carrara ficou surpresa quando a equipe foi selecionada para viajar até Brasília.

“Até a minha família brincou um pouco porque a gente achou que isso não ia dar em nada e depois a gente já estava em Brasília com essa oportunidade. Foi sensacional”, contou.

Os alunos passaram vários dias estudando para representar Mato Grosso no concurso e voltar com uma medalha.

A estudante em eletromecânica Ana Vitória Nunes contou sobre as dificuldades enfrentadas pela equipe.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

“Surgiram muitas perguntas ali no caminho, mas a gente conseguiu superar isso. Eu também não imaginava estar em Brasília, a gente já tinha comentado sobre, mas era uma coisa muito distante. Surgiu o convite e o IFMT conseguiu levar a gente até lá. Foi muito bom e gratificante”, disse.

Olá Eu Sou o Raynner, Tenho 14 anos e sou Aprendiz Do site O Pantanal Online

Qual é a sua Opinião?

Categorias