ter. out 26th, 2021

Morre médico e diretor de UPA vítima de queda de avião em Poconé

George da Costa Melo, de 39 anos, voltava de uma pescaria com três pessoas quando a aeronave caiu, em agosto.

George Melo estava internado em hospital de Cuiabá — Foto: Facebook/Reprodução

George Melo estava internado em hospital de Cuiabá — Foto: Facebook/Reprodução

Morreu neste sábado (25), em um hospital particular de Cuiabá, o médico George da Costa Melo, de 39 anos. Ele era uma das vítimas da queda de um avião por falta de combustível em Poconé, a 103 km de Cuiabá, no dia 8 de agosto. O profissional de saúde era também diretor técnico da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Ipase, em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá.

O médico estava internado desde a data do acidente. Ele foi resgatado por bombeiros em estado grave, com um corte na região da barriga e fratura exposta do ombro, e encaminhado ao Hospital Municipal de Cuiabá (HMC). No dia seguinte, foi transferido para um hospital particular.

Médico George da Costa Melo morreu após ficar quase 50 dias internado em Cuiabá.  — Foto: Divulgação

Médico George da Costa Melo morreu após ficar quase 50 dias internado em Cuiabá. — Foto: Divulgação

No período em que ficou hospitalizado, familiares e amigos do médico chegaram a fazer campanha de doação de sangue para ajudar na recuperação. Porém, o quadro de saúde se agravou na manhã deste sábado e ele não resistiu aos ferimentos provocados pela queda da aeronave.

Ao G1, o secretário de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo Aparecido de Barros, lamentou a morte do médico.

“Ele era um profissional dedicado, comprometido, desprovido de qualquer sentimento de maldade. Que o exemplo dele como ser humano possa ser seguido por todos. Expressamos nossa solidariedade aos familiares, amigos e população da cidade. É uma perda irreparável”, disse.

O médico também trabalhou na UPA Pascoal Ramos e na Policlínica do Verdão, ambas unidades de saúde de Cuiabá. Por meio de nota, o prefeito da capital Emanuel Pinheiro (MDB) lamentou a morte e disse que o profissional “ajudou a salvar vidas, agiu com humanidade e dedicação”.

George da Costa Melo deixa esposa e três filhos. Ainda não há informações sobre o velório e o sepultamento.

Avião ficou destruído após queda em Poconé (MT)  — Foto: Corpo de Bombeiros

Avião ficou destruído após queda em Poconé (MT) — Foto: Corpo de Bombeiros

O acidente

O médico e outras três pessoas voltavam de uma pescaria no Pantanal. O piloto do avião relatou ao Corpo de Bombeiros que logo depois da decolagem em Porto Jofre, com destino a Cuiabá, percebeu que faltava combustível. Ele tentou retornar, mas sem sucesso. A aeronave acabou caindo quando ele fazia um pouso de emergência e teve a frente destruída com o impacto.

Um trabalhador da região disse que viu o momento da queda. Segundo ele, o piloto conseguiu desviar do barracão de uma mineradora da região, mas o avião acabou batendo em um barranco.

Os outros três ocupantes da aeronave também foram internados, mas receberam alta no dia seguinte à queda. Um deles era Rafael Corrêa da Costa, médico que também trabalha na UPA do Ipase.

Bombeiros socorreram vítimas de queda de avião em MT — Foto: Corpo de Bombeiros

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?

Categorias