seg. ago 2nd, 2021

Caminhonete de advogado assassinado durante assalto é encontrada após ser levada por ladrões em MT

O veículo, uma SW4, estava abandonado em um matagal às margens do Anel Viário.

João Anaides Cabral Neto, de 50 anos, foi assassinado — Foto: Divulgação

João Anaides Cabral Neto, de 50 anos, foi assassinado — Foto: Divulgação

A caminhonete do advogado que foi assassinado a tiros durante um assalto em um rancho da zona rural de Juscimeira, a 164 km de Cuiabá, na madrugada deste domingo (18), foi encontrada abandonada. João Anaides Cabral Neto, de 50 anos, trabalhava em Rondonópolis, a 218 km da capital.

O veículo, uma SW4, estava abandonado em um matagal às margens do Anel Viário.

O delegado responsável pelo caso, Ricardo Franco, disse que investiga o crime como latrocínio – roubo seguido de morte.

Caminhonete do advogado que foi assassinado a tiros durante um assalto em um rancho da zona rural de Juscimeira, a 164 km de Cuiabá, na madrugada deste domingo (18), foi encontrada abandonada — Foto: PMMT

Caminhonete do advogado que foi assassinado a tiros durante um assalto em um rancho da zona rural de Juscimeira, a 164 km de Cuiabá, na madrugada deste domingo (18), foi encontrada abandonada — Foto: PMMT

De acordo com a polícia, um grupo de criminosos invadiu o local e anunciou o assalto. Eles renderam pelo menos sete pessoas que estavam na propriedade e as colocaram amarradas dentro de quartos e banheiros.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Durante o crime, João estava em um dos quartos e foi morto a tiros. Em seguida, os assaltantes fugiram levando dois carros e vários objetos pessoais das vítimas.

Até agora, nenhum suspeito do crime foi localizado.

Advogado foi assassinado a tiros durante o assalto em rancho, na zona rural de Juscimeira

Advogado foi assassinado a tiros durante o assalto em rancho, na zona rural de Juscimeira

Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) lamentou a morte do profissional.

“João foi vítima de latrocínio na cidade de Juscimeira. A 1ª Subseção da OAB-MT de Rondonópolis, na qual o advogado era inscrito, está acompanhando o caso de perto e em contato com as autoridades responsáveis pelas investigações”, disse.

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?

Categorias