ter. dez 7th, 2021

Colniza precisa disso! Ex-prefeito Esperantina condenado por desviar mais de R$ 20 milhões dos cofres públicos é preso após Fantástico descobrir seu paradeiro

Felipe Santolia foi prefeito de Esperantina, no interior do Piuaí, e estava escondido, sob falsa identidade, em Caraguatatuba, no litoral de São Paulo.

Uma denúncia anônina abriu caminho e o Fantástico partiu para uma investigação jornalística que levou à prisão de um ex-prefeito, condenado por desviar mais de R$ 20 milhões dos cofres de uma cidade do interior do Nordeste.

Felipe Santolia foi prefeito de Esperantina entre 2005 e 2008 e, em 2019, a Justiça o condenou a 12 anos de prisão por desvio de dinheiro público durante a gestão. Condenado e com mandado de prisão, o ex-prefeito nunca mais foi visto no Piauí, mas nossa equipe encontrou o esconderijo dele, um sobrado na cidade de Caraguatatuba, no litoral de São Paulo, e, por duas semanas, acompanhou sua rotina.

No local, Santolia vivia com outro nome: Antonio de Lima, mas era conhecido mesmo como Chico Namastê, um CEO de um aplicativo que reúne empresas locais.

Reunidos os indícios de estarmos diante de um foragido da justiça, o Fantástico avisou o Departamento de Capturas da Polícia Civil de São Paulo e registrou a prisão dele.

Logo depois da prisão do ex-prefeito, a Justiça concluiu, nesta sexta-feira (25), outros dois processos – mais duas condenações que somam 10 anos de prisão por desvio de dinheiro publico. Entre as provas contra Santolia, muitas notas frias emitidas na gestão dele. Agora, com todos esses crimes, ele já tem 28 anos de cadeia para cumprir. Ele responde a 65 processos na Justiça, mas muitos desses casos estão parados.

Colniza:

Em Colniza, o ex-prefeito João Assis Ramos acumula dezenas de processos de desvios de dinheiro público, ´réu em várias ações, mas desde 2016 quando foi cassado, não teve nenhuma condenação, e é essa sensação de impunidade que assola o Município a anos que faz aparecer mais parasitas e corruptos.

Com isso pedimos a justiça de Mato Grosso mais agilidade no julgamento dessas ações.

Clique aqui para ver a reportagem completa

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?

Categorias