seg. maio 17th, 2021

Onze cidades de MT correm risco de ficar sem ‘kit intubação’, diz levantamento

Dez municípios informaram que as unidades locais já ficaram sem os medicamentos do kit.

Intubação sem kit — Foto: Reuters/Amanda Perobelli

Onze municípios de Mato Grosso afirmaram em pesquisa realizada na última semana pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) que correm o risco de ficar sem medicamentos do chamado ‘kit intubação’. Os nomes das cidades não foram divulgados pela pesquisa.

A pesquisa semanal da CNM traça o panorama do enfrentamento da pandemia pelos municípios. Dos 141 municípios mato-grossenses, apenas 45 responderam aos questionamentos feitos pela CNM entre os dias 19 e 22 de abril.

A CNM também perguntou aos gestores se, durante este ano, o hospital da região de cada um enfrentou problemas relacionados à falta do kit intubação. Dez municípios informaram que as unidades locais já ficaram sem os medicamentos do kit.

No kit intubação estão incluídos:

  • Besilato de atracúrio, para relaxar a musculatura
  • Besilato de cisastracúrio, para intervenções cirúrgicas
  • Brometo, quefacilita a intubação
  • Midazola, que funciona também como um sedativo

Além disso, a pesquisa trata de outras questões, como a falta de oxigênio e de imunizantes.

Quanto ao oxigênio, três municípios dos 45 questionados indicaram que essa é uma preocupação constante e admitiram que correm o risco de ficar sem o insumo nos hospitais da região.

Sete cidades relataram também que ficaram sem vacinas para aplicação da primeira dose.

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?

Categorias