ter. dez 7th, 2021

Amazonas oferece 10 leitos de UTI para pacientes de MT mas familiares recusam transferências

A transferência em UTI aérea seria custeada pelo estado, assim como traslado do corpo em caso de morte do paciente.

O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, afirmou que o estado do Amazonas ofereceu 10 leitos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tratar pacientes com Covid-19 de Mato Grosso.

No entanto, até agora ninguém que está na fila por leitos aceitou transferir seus familiares.

A transferência em UTI aérea seria custeada pelo estado, assim como traslado do corpo em caso de morte do paciente.

Não informações sobre os motivos pelos quais os familiares recusaram a transferência.

Conforme boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde nesta quinta-feira (1º), 135 pacientes aguardam uma vaga de UTI em Mato Grosso.

Atualmente, 855 pacientes estão internados em UTIs em MT. A taxa de ocupação é de 97,28%.

Covid-19 em MT

Até esta quarta-feira (31), a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou 310.337 casos confirmados da doença e 7.675 óbitos.

Dos 310.337 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 15.582 estão em isolamento domiciliar e 284.856 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 496 internações em UTIs públicas e 529 enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 98,02% para UTIs adulto e em 62% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (66.699), Rondonópolis (23.517), Várzea Grande (19.943), Sinop (15.740), Sorriso (11.616), Tangará da Serra (10.904), Lucas do Rio Verde (10.415), Primavera do Leste (9.076), Cáceres (6.769) e Alta Floresta (5.936).

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?

Categorias