seg. nov 29th, 2021

Policial militar que ‘surtou’ e disparou tiros para cima na região do Farol da Barra, em Salvador é baleado

Segundo a Polícia Militar, homem apresentava descontrole emocional e realizou disparos para cima. Não há detalhes sobre o estado de saúde dele.

O policial militar que apresentou surtos psicóticos e disparou tiros para cima na tarde deste domingo (28), na região do Farol da Barra, em Salvador foi baleado após 3h30 de a negociação com equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), no início da noite.

O PM, identificado como Wesley Soares Góes, era solteiro e trabalhava na 72ª CIPM havia pelo menos quatro anos.

Wesley Góes foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e levado para o Hospital Geral do Estado (HGE). Segundo o major da 72ª CIPM, Hosannah Santos Rocha, o soldado está intubado, em estado grave.

A família informou que Wesley Góes nunca tinha apresentado surtos.

Policial militar que 'surtou' e disparou tiros para cima na região do Farol da Barra, em Salvador é baleado — Foto: Alberto Maraux / SSP-BA

Policial militar que ‘surtou’ e disparou tiros para cima na região do Farol da Barra, em Salvador é baleado — Foto: Alberto Maraux / SSP-BA

Conforme a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), o policial foi baleado após disparar com fuzil contra guarnições do Batalhão de Operações Policiais Especiais e terminou neutralizado.

Equipes da Superintendência de Trânsito do Salvador (Transalvador) estão no local e desviaram o trânsito para a Rua Barão de Itapoã.

Policial militar que 'surtou' e disparou tiros para cima na região do Farol da Barra, em Salvador era lotado na 72ª CIPM — Foto: Reprodução / Redes Sociais

Policial militar que ‘surtou’ e disparou tiros para cima na região do Farol da Barra, em Salvador era lotado na 72ª CIPM — Foto: Reprodução / Redes Sociais

Confira a ordem cronológica dos fatos:

  • 14H: A ocorrência se iniciou quando o militar chegou armado com fuzil e pistola, na Barra. Imediatamente ele iniciou disparos de fuzil para o alto. Ele foi cercado por unidades do CPR Atlântico e especializadas, que isolaram o local.
  • 15H: de acordo com a SSP, uma equipe do Bope iniciou a negociação. O soldado alternava momentos de lucidez com acessos de raiva, acompanhados de disparos. De acordo com o órgão de segurança pública, além dos tiros de fuzil, o soldado arremessou grades, isopores e bicicletas, no mar.
  • 18H35: O soldado teria falado que havia chegado o momento, fez uma contagem regressiva e iniciou os disparos contra as equipes do Bope. Após pelo menos 10 tiros, o soldado foi neutralizado e socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE).
Policial militar que 'surtou' e disparou tiros para cima na região do Farol da Barra, em Salvador é baleado — Foto: Alberto Maraux / SSP-BA

Policial militar que ‘surtou’ e disparou tiros para cima na região do Farol da Barra, em Salvador é baleado — Foto: Alberto Maraux / SSP-BA

Nota da Polícia Militar

“A Polícia Militar lamenta pela ocorrência crítica envolvendo um integrante da corporação. Nesse sentido não poupará esforços para que todos os protocolos internacionais de gerenciamento de crises sejam adotados.

De pronto foi feito o isolamento e a contenção da área de crise, a fim de manter um espaço para iniciar o processo de negociação, para atingir o objetivo principal, que é a preservação de vidas.

O negociador do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) já está no local, assim como a equipe do Departamento de Promoção Social com um psicólogo.

Ressaltamos que o objetivo maior de todas as intervenções será a preservação da vida e o cumprimento da lei”.

Nota do Sinjorba

“O Sinjorba condena veementemente o comportamento dos policiais envolvidos neste lamentável episódio. Não havia qualquer necessidade de agir daquela maneira pois os jornalistas estavam trabalhando e não representavam qualquer ameaça aos PMs ou à operação. O fato apenas demonstra que os agentes de segurança padecem de preparo para lidar com o trabalho da imprensa em um ambiente democrático. Espero que o Coronel Coutinho, comandante da Polícia Militar que há pouco assumiu, inaugure um novo tempo, onde a PM não enxergue os jornalistas como inimigos. Vamos procurá-lo para conversar sobre o ocorrido e pedir providências para que este tipo de intimidação e violência não se repita”.

Policial militar dispara tiros para cima na região do Farol da Barra, em Salvador — Foto: Redes Sociais

Policial militar dispara tiros para cima na região do Farol da Barra, em Salvador — Foto: Redes Sociais

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?

Categorias