qua. maio 18th, 2022

Governo investe R$ 95 milhões para a compra de computadores para professores de MT

Cada professor que está em sala de aula na rede estadual de ensino vai receber R$ 6.020. Deste total, R$ 3,5 mil serão depositados diretamente na conta do servidor para a aquisição do equipamento.

O governo estadual vai investir R$ 95 milhões na compra de notebooks e ultrabooks para professores da rede estadual de ensino, após a lei ser aprovada pelos deputados estaduais na última terça-feira (23).

Conforme o secretário estadual de Educação, Alan Porto, cada professor que está em sala de aula na rede estadual de ensino vai receber R$ 6.020. Deste total, R$ 3,5 mil serão depositados diretamente na conta do servidor para a aquisição do equipamento.

O restante, R$ 2.520 será repassado em 36 parcelas de R$ 70, para o plano de internet. O recurso do computador será empenhado até dia 31 de março. Depois disso, em até cinco dias úteis estará na conta do servidor.

O secretário explicou aos professores que a Seduc está levantando com vários fabricantes, varejo, empresas de Mato Grosso, a possibilidade de um programa especial para os professores, com um cupom de desconto. Mas enfatizou que o professor tem toda a liberdade para adquirir o equipamento onde quiser.

Alan Porto sugeriu que se vários professores de uma mesma cidade se reunirem e tentarem negociar com uma loja, podem barganhar um desconto.

Da mesma forma, representantes da secretaria conversam com as principais operadoras para estabelecer um pacote especial de internet para os professores, de preferência ilimitado e de baixo custo.

Beneficiários

O projeto aprovado prevê que neste momento de pandemia o foco seja o professor que está em sala de aula.

Uma das principais dúvidas dos profissionais é se o computador terá que ser devolvido após os três anos. O secretário deixou claro que no caso do servidor efetivo, o equipamento será dele.

Já para os professores com contrato temporário, o notebook é comodato gratuito. Ou seja, vão utilizar enquanto estiverem em sala de aula da rede estadual de ensino. Quando saírem, devolvem o equipamento que será entregue a outro profissional.

Alguns professores afirmaram que não possuem o interesse no benefício. Neste caso, ao receber o depósito em conta pode gerar um Darf e devolverem o recurso total de uma vez. Ou a devolução será feita automaticamente em 6 parcelas, com descontos na folha de pagamento.

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?

Categorias