seg. maio 17th, 2021

Ré pela morte do marido, Flordelis recebeu R$ 10,1 mi em emendas em 2020

Valor corresponde ao que foi pago à parlamentar no ano passado, quando ela já era investigada e denunciada por ser a mentora e a mandante do assassinato 

Enquanto as investigações sobre o assassinato do pastor Anderson do Carmo se desenrolavam em 2020 na  Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, na região metropolitana do Rio de Jane…

Anderson do Carmo foi assassinado com seis tiros na madrugada de 16 de junho de 2019 dentro da garagem de casa. As balas causaram 30 perfurações no corpo do pastor. Após um ano e dois meses de investi…

Os executores, de acordo com as investigações, foram o filho biológico de Flordelis, Adriano dos Santos Rodrigues, e o adotivo Lucas dos Santos – o primeiro teria efetuado os disparos, enquanto o segu…

Os dados sobre as quantias liberadas por meio de emendas parlamentares para a deputada – que hoje é monitorada por uma tornozeleira eletrônica e não pode sair de casa entre 22h e 6h – constam no Porta…

As mais polpudas cifras foram pleiteadas para a saúde e para a atenção básica da capital fluminense: são duas no valor exato de 2.220.227,00 de reais. Há, ainda, três emendas no valor de 1,5 milhão de…

O Portal da Transparência, no entanto, não discrimina para quais unidades de saúde essas verbas foram destinadas. Procurados por VEJA, nenhum dos assessores atendeu ao telefone do gabinete de Flordeli…

De tornozeleira e juntamente a um grupo de aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Flordelis apoiou e chegou a fazer campanha para o novo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (P…

Não se sabe ao certo quanto o Governo Federal liberou em emendas para os deputados federais em 2021 – com o candidato de seu apoio derrotado por Lira, o ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) c…

O processo de cassação de Flordelis está parado na Comissão de Ética da casa. De acordo com a sua página pessoal no site da Câmara, nesta terça-feira ela assume como uma das titulares da Secretaria da…

À época da denúncia que a tornou ré, o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do MP do Rio viu indícios de rachadinha e nepotismo no gabinete da parlamentar.

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?

Categorias