seg. maio 17th, 2021

Homem é preso suspeito de enganar família que precisava transferir avó por falta de oxigênio no AM; idosa morreu

Suspeito havia cobrado R$ 1 mil para conseguir ambulância e oxigênio para transferir vítima, segundo denúncia. Ele também é suspeito de usar foto de crianças com traqueostomia para pedir falsas doações.

Um homem de 26 anos foi preso, nesta quarta (20), suspeito de enganar uma família ao cobrar R$ 1 mil para conseguir uma ambulância e oxigênio para transferir a avó, que estava internada em um hospital de Manaus. Após um dos familiares transferir o dinheiro, ele não apareceu e a mulher morreu momentos depois.

A capital enfrenta colapso no sistema de saúde por falta de oxigênio nos hospitais. A demanda pelo produto cresceu após recorde de internações por Covid-19. Até esta quarta (20), mais de 6,5 mil pessoas morreram no Amazonas com a doença.

De acordo com o delegado Adriano Félix, um homem procurou o 5° Distrito Integrado de Polícia (DIP), na noite de terça-feira (19), após o falecimento da avó, para denunciar o suspeito.

“Ele estava com a avó internada no João Lúcio e ontem, por volta de 19h, no desespero da família, solicitou uma ambulância com oxigênio. Foi quando o homem pediu R$ 1 mil para alugar a ambulância com o oxigênio. A partir daí, a vítima fez a transferência via PIX, mas aguardou até as 21h em frente ao hospital. A ambulância não chegou e a avó veio a óbito”, disse o delegado.

Após receberem a denúncia, a polícia passou a investigar o caso, fizeram buscas pelo suspeito ainda na noite de terça-feira (19), mas não conseguiram encontrar o homem.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Na manhã desta quarta-feira (20), o homem foi localizado e preso em flagrante. Ele foi encaminhado para o 5º DIP onde prestou depoimento e deve responder pelo crime de estelionato pelo caso da transferência para o suposto aluguel da ambulância e oxigênio.

Suspeito também fez outras vítimas

Um grupo de mães de crianças com traqueostomia haviam feito uma publicação em redes sociais em que pediam doações de oxigênio para os filhos, por não conseguirem devido a crise de oxigênio que a cidade vive.

Ainda na noite de terça, elas descobriram que a publicação estava sendo usada por outra pessoa em redes sociais para pedir doações para uma suposta compra de remédios para as crianças da imagem.

Suspeito usou imagem de crianças com traqueostomia para pedir falsas doações por remédio na internet. — Foto: Divulgação/Redes Sociais

Suspeito usou imagem de crianças com traqueostomia para pedir falsas doações por remédio na internet. — Foto: Divulgação/Redes Sociais

“Amigos nos passaram a foto e perguntaram se era verdade, porque nas postagens nós só pedimos oxigênio que era o que as crianças estavam necessitando e não dinheiro e remédio. O pedido dele já estava circulando e não sabemos quantas pessoas transferiram dinheiro para ele”, disse a mãe de uma das crianças, Ana Lúcia de Souza Marino.

O grupo de mães pediu ajuda da Tenente Thiemmy Brito, da 5ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que também informou sobre o caso para o 5º DIP. Em investigações, o delegado informou que descobriram que o crime foi cometido pelo mesmo homem que havia cobrado o aluguel da ambulância e oxigênio da outra vítima.

Sobre o caso de o suspeito ter usado a foto das crianças para pedir doações, Felix explicou que também será aberto um inquérito com as denúncias das vítimas feitas pelo homem.

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?

Categorias