qua. jun 16th, 2021

Confiram quase 70% dos participantes da enquete são a favor do retorno das aulas presenciais em Colniza

Igrejas ok! Festas ok! Viagens ok! Bares e restaurantes ok! Por que só a educação não pode estar ok???

Realizamos uma enquete aqui no Site Pantanal OnLine a respeito da opinião do leitor e dos moradores de Colniza em relação ao retorno das aulas presenciais na rede municipal de ensino de Colniza.

A enquete teve Total de 1.713 Participantes, sendo que 69%, 1.185 Votos, foram a favor do retorno das aulas presenciais e 31%, 528 Votos, foram contra o retorno.

Vejam bem, Colniza é diferente de todos os Municípios do Brasil, primeiro é o número de casos, é baixo, segundo o de mortes, 09 óbitos, e com isso a pandemia foi banalizada, por parte dos gestores e por parte da maioria do comércio, igrejas e empresários. Está tudo funcionando e com alto índice de aglomeração.

Não tem fiscalização nos comércios, festas e eventos com mais de 200 pessoas, igrejas lotadas e sem prevenção alguma e pior entram e saem do município quem quiser, contaminado ou não. Pois não há barreiras sanitárias para fiscalizar.

Com isso não poderíamos esperar outro resultado, ou seja, se a Prefeitura decretou que tá tudo liberado e pode tudo, não fiscaliza nada, por que só não pode voltar as aulas presenciais? – Bem essa é uma pergunta que não cala né gente?

A pandemia existe é grave, mas agora afirmar que só o retorno das aulas presenciais poderá contaminar e aumentar os casos é subestimar a inteligência de todos.

A enquete não tem dados científicos e não se trata de pesquisa é apenas uma sondagens entre os leitores do Site.

A enquete foi fechada para votação, pois já deu para ver a opinião dos moradores, agora temos que aguardar a decisão da prefeitura, e estamos de olho, pois, além de liberar geral e não fiscalizar nada, querem contratar profissionais da educação, se saber se irá retornar ou não. Aí já é demais.

Estamos de olho!

Como se proteger

As recomendações de prevenção à COVID-19 são as seguintes:

  • Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%. Essa frequência deve ser ampliada quando estiver em algum ambiente público (ambientes de trabalho, prédios e instalações comerciais, etc), quando utilizar estrutura de transporte público ou tocar superfícies e objetos de uso compartilhado.
  • Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com a parte interna do cotovelo.
    Não tocar olhos, nariz, boca ou a máscara de proteção fácil com as mãos não higienizadas.
    Se tocar olhos, nariz, boca ou a máscara, higienize sempre as mãos como já indicado.
  • Mantenha distância mínima de 1 (um) metro entre pessoas em lugares públicos e de convívio social. Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.
  • Higienize com frequência o celular, brinquedos das crianças e outro objetos que são utilizados com frequência.
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal como talheres, toalhas, pratos e copos.
  • Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.
  • Se estiver doente, evite contato próximo com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, busque orientação pelos canais on-line disponibilizados pelo SUS ou atendimento nos serviços de saúde e siga as recomendações do profissional de saúde.
  • Durma bem e tenha uma alimentação saudável.
  • Recomenda-se a utilização de máscaras em todos os ambientes.  As máscaras de tecido (caseiras/artesanais), não são Equipamentos de Proteção Individual (EPI), mas podem funcionar como uma barreira física, em especial contra a saída de gotículas potencialmente contaminadas.

Veja aqui como confeccionar e usar a máscara caseira.

Estimule familiares, amigos e colegas de trabalho sobre a importância do uso de máscara e da higienização das mãos na prevenção da disseminação do vírus causador da doença COVID-19.

Dicas para viajantes:

Caso você precise viajar, avalie a real necessidade. Se for inevitável viajar, previna-se e siga as orientações das autoridades de saúde locais.
Ao voltar de viagens internacionais ou locais recomenda-se:

  • Reforçar os hábitos de higiene e proteção como a utilização de máscara, higienização das mãos com água e sabão ou com álcool em gel 70 %.
  • Caso apresente sintomas de gripe, busque atendimento nos serviços de saúde, e evite contato com outras pessoas

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?

Categorias