sáb. nov 28th, 2020

Jovem é abusada durante entrevista de emprego e empresário é preso suspeito do crime em Cuiabá

Durante a entrevista, o proprietário disse que faria um teste com ela e que cada pergunta que ela errasse teria que tirar uma peça de roupa, momento em que também começou a tocar o corpo da jovem para ver suas tatuagens.

Um homem suspeito de abusar sexualmente de uma jovem durante entrevista de emprego foi preso em flagrante pela Polícia Civil nessa terça-feira (27), em Cuiabá.

Durante a entrevista, o proprietário disse que faria um teste com ela e que cada pergunta que ela errasse teria que tirar uma peça de roupa, momento em que também começou a tocar o corpo da jovem para ver suas tatuagens.

Claudinei Panta da Silva, de 45 anos, foi preso pela Polícia Civil e prestou depoimento. Ele negou que ficou sozinho com a jovem e também negou os abusos.

Claudinei disse que recebeu o currículo na presença de outras pessoas, gerente da loja e outros funcionários, e comentou que a loja tem câmeras, mas não estão gravando.

O G1 não localizou o advogado dele.

A vítima de 18 anos levou o currículo na loja, no bairro Jardim Leblon, após ver o anúncio de emprego com vaga para atendente de assistência técnica, na rede social da empresa.

No local, a jovem foi recebida pelo proprietário do estabelecimento que pediu para que a vítima retornasse no final da tarde com roupa ‘mais adequada’ para que ele e a gerente da loja visualizassem melhor sua aparência.

Quando a jovem retornou, o suspeito estava sozinho e começou a fechar o estabelecimento, dizendo que a gerente tinha saído, mas que logo retornaria.

A partir desse momento, o suspeito passou a assediar a vítima, falando sobre as tatuagens que ela tinha pelo corpo, pedindo para que ela trocasse de roupa e colocasse o uniforme da empresa e em seguida andasse pela loja para ele avaliá-la.

O empresário a tocou na cintura, a pegou pelas pernas e a colocou à força em cima de uma mesa.

Muito nervosa e chorando, a vítima conseguiu escapar do suspeito que ainda tentou convencê-la a voltar na loja no dia seguinte.

Ela saiu da empresa e procurou o Plantão de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica e Sexual para registrar a ocorrência.

Imediatamente, a equipe policial do plantão coordenada pela delegada Jannira Laranjeira Siqueira Campos iniciou as buscas para identificar e localizar o suspeito, que foi preso em flagrante em uma residência no bairro Ribeirão do Lipa, em Cuiabá.

O suspeito foi conduzido ao Plantão, onde foi interrogado pela delegada plantonista e autuado em flagrante por estupro.

“O que chama atenção é que a vaga divulgada pela empresa era para atendente, serviço realizado exclusivamente por telefone. Mesmo assim, o suspeito alegou a aparência da vítima para buscar a oportunidade para ficar sozinho com ela e praticar o abuso”, disse a delegada.

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?