sáb. nov 28th, 2020

Secretário adjunto da Casa Civil suspeito de corrupção é preso ao ser flagrado com R$ 20 mil em MT

De acordo com o Gaeco, há indícios de que o dinheiro tenha sido repassado por um representante de uma empresa que supostamente foi favorecida em um processo licitatório. A transação teria ocorrido dentro da Casa Civil, horas antes da prisão.

O secretário Adjunto Sistêmico da Casa Civil de Mato Grosso, Wanderson de Jesus Nogueira, foi preso na noite dessa quinta-feira (24), em Cuiabá, suspeito de corrupção ao ser flagrado com R$ 20 mil.

Após receber denúncias sobre possível crime de corrupção do servidor, o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) o prendeu em flagrante.

G1 tenta localizar o advogado dele.

De acordo com o Gaeco, há indícios de que o dinheiro tenha sido repassado por um representante de uma empresa que supostamente foi favorecida em um processo licitatório. A transação teria ocorrido dentro da Casa Civil, horas antes da prisão.

O secretário foi autuado em flagrante por crime de corrupção passiva e será encaminhado para audiência de custódia.

Em nota, o governo de Mato Grosso informou que o secretário já foi demitido do cargo ainda na noite de quinta-feira, assim que o estado soube da prisão.

A demissão será publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (25).

“O governo reitera que não coaduna com qualquer prática de crime e que atua fortemente no combate à corrupção. Toda denúncia de possível irregularidade terá sempre o respaldo do governo para sua investigação, esclarecimento e o apoio à punição severa de qualquer servidor ou cidadão envolvido em corrupção”, disse o governo.

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?