sex. set 18th, 2020

Sema no Guariba e região: Em 2020 governo de MT já aplicou R$ 92 milhões em multas no município de Colniza.

Equipe de fiscalização apreende maquinário usado em desmatamento ilegal em Colniza

De acordo com informações obtidas com exclusividade pela equipe do Site O Pantanal OnLine, uma a operação da Secretaria Estadual do Meio Ambiente(Sema) foi feita após mapeamento do local e teve apoio de um helicóptero, que constatou que um maquinário estaria realizando desmatamento ilegal em uma área entre o distrito de Guariba e o Roosevelt.

Após a apreensão o maquinário foi levado até o quartel da Policia Militar do Distrito de Guariba. A partir deste momento iniciou uma manifestação na frente do quartel com várias pessoas, que não aceitavam que o maquinário fosse apreendido.

Após uma tensa negociação os manifestantes entraram em acordo e aceitaram que o maquinário aprendido fosse conduzido para Colniza.

O QUE DIZ O GOVERNO DE MATO GROSSO:

A equipe de fiscalização ambiental formada por agentes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e do Batalhão de Ronda Ostensiva Tático da Polícia Militar (Rotam) apreendeu uma pá carregadeira que estava sendo utilizada para desmatamento ilegal. A operação foi realizada na última sexta-feira (28.08) no Distrito de Guariba, em Colniza, a partir de alertas de crimes contra a floresta amazônica ilícitos identificados por meio de imagens de satélite.

A chegada do caminhão prancha que fará a remoção do maquinário foi acompanhada pela população. Os agentes públicos pontuaram a ilegalidade do desmatamento e explicaram o novo procedimento da Sema, que remove imediatamente do local todos os equipamentos utilizados em crimes ambientais.

O maquinário passou o final de semana guardado no pátio do destacamento da Polícia Militar no distrito e será deslocado neste domingo (30.08). Os valores da multa estão sendo calculados.

Apreensão maquinário por desmatamento ilegal em Colniza
Créditos: Sema-MT

O Estado de Mato Grosso, por meio do Comitê Estratégico de Combate ao Desmatamento e  Exploração Florestal Ilegais e Incêndios Florestais, segue atuando para zerar o desmatamento ilegal e alerta à população para que respeite a legislação ambiental.

Desde o início deste ano mais de R$ 92 milhões em multas foram aplicadas no município de Colniza. Distante 1.032 km a Noroeste de Cuiabá, o município ocupa a segunda posição no ranking de mais multas aplicadas atrás de Aripuanã, onde já foram aplicados mais de R$ 101 milhões em multas por crimes contra o bioma amazônico.

O clima no distrito de Guariba ainda é tenso, pois os moradores não aceitam a atuação da SEMA, afirmam que a ação dos agentes é arbitrária e querem que o governo de estado pare de “perseguir” os trabalhadores.

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *