Queimadas em MT prejudicam qualidade do ar e sobrecarregam ainda mais unidades de saúde; Colniza amanhece encoberta por fumaça

Fumaça das queimadas se espalha por todo o Mato Grosso. Segundo o Inpe, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, são mais de dez mil focos de incêndio.

As queimadas em Mato Grosso estão prejudicando muito a qualidade do ar e sobrecarregando ainda mais as unidades de saúde.

O Matheus acordou mal e foi com a mãe para o posto de saúde em Rondonópolis, no sul de Mato Grosso. A cidade está coberta de fumaça.

“Ele não dormiu a noite inteira. Teve duas crises de bronquite e a fumaça piorou”, conta Patrícia Gomes, mãe do Matheus.

O ar está realmente carregado.

“Está muito difícil a respiração. A gente sente uma irritabilidade nos olhos”, diz a dona de casa Maria Gonçalves.

A fumaça que está cobrindo as cidades vem das queimadas espalhadas por todo Mato Grosso. Segundo o Inpe, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, são mais de dez mil focos espalhados pelo estado.

A piora do ar está sobrecarregando ainda mais as unidades de saúde, que já estão lotadas de pacientes com a Covid-19. A pandemia não dá trégua em Mato Grosso: mais de 80% das vagas de UTI estão ocupadas e 320 mortes foram registradas em só uma semana.

A Lueci levou a mãe que está com problemas respiratórios para ser examinada.

“O lugar mais arriscado é aqui. A gente procura atendimento, mas no mesmo tempo se previne para não pegar”, conta Lueci Gomes, depiladora.

O médico pneumologista Paulo Guintanilha explica que é muito importante saber a hora de procurar uma unidade médica.

“Se na síndrome gripal podemos ter falta de ar, a síndrome respiratória aguda grave tem uma piora. E o que que é isso? Um aumento da frequência respiratória para a idade. E isso também é um dos sintomas”, destaca.

Outra dica dos médicos é beber bastante água e, em casa, fazer como a Patrícia, mãe do Matheus.

“Molhar toalha para colocar na janela, baldinho d’água, molhar as calçadas, fazer inalação todo dia. Porque a fumaça está demais”, explica Patrícia Gomes.

Colniza:

O município de Colniza localizado a aproximadamente 1065 KM da capial Cuiabá, vive uma situação crítica tanto na zona urbana, quanto na zona rural, várias ocorrências de focos de incêndios foram registradas nos últimos dias.

Colniza tem a cultura cruel e criminosa de atear fogo em tudo, a grande maioria dos moradores ainda insistem na prática criminosa em atear fogo em lixos em seus quintais o que causa grande preocupação, pois faz muito mal a saúde e ainda pode causar tragédias, vejam algumas tragédias recentes:

Ações:

Ação conjunta Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e Prefeitura, irão atuar na prevenção e no combate a essas queimadas, que na maioria são criminosas, ação pretende prender e multar infratores, veja:

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?