Nova Marilândia: Em carro oficial, com arsenal de armas e duas pacas abatidas, prefeito é preso em flagrante.

O prefeito de Nova Marilândia, Juvenal Alexandre da Silva (PSDB) e mais três indivíduos identificados pelos nomes de Edilson Rodrigues da CostaValdeir Silva Leite Genivaldo da Silva Leite, foram presos na noite de ontem (quinta-feira), na estrada que dá acesso a comunidade de São Mateus, por uma guarnição da Polícia Ambiental, quando retornavam de uma caçada de animais silvestres.  

Consta no Boletim de Ocorrência, que os policiais realizavam patrulhamento de rotina na região, quando abordaram a caminhonete Hilux, ano 2020, cor prata, emplacada em Cuiabá (QCL-8E12), que pertence a uma empresa e foi locada para a prefeitura de Nova Marilândia, a qual era conduzida pelo prefeito Juvenal.  

No interior do veículo, além dos demais ocupantes, foram encontradas quatro armas de fogo, sendo uma espingarda calibre 20, carregada com dois cartuchos intactos, um revólver calibre 38 com seis munições intactas, uma espingarda calibre 22 com um carregador municiado com seis capsulas intactas e uma espingarda calibre 36 carregada com uma munição não deflagrada.  

Ainda de acordo com o documento policial, foram encontradas no assoalho da caminhonete dois animais silvestre da espécie paca, que teriam sido abatidas com projeteis de arma de fogo. O prefeito Juvenal assumiu a propriedade do revolver 38 e afirmou que a arma tem registro, mas não apresentou a documentação no ato da abordagem.

“Foram encontrados dentro da bolsa do veículo diversos matérias e apetrechos utilizados para a prática de caça, como lanternas, redes de dormir e facões. Nenhum dos suspeitos assumiram de quem seriam os animais silvestres abatidos”, diz trecho do BO.

Juvenal e os demais detidos em flagrante foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Judiciária Civil de Nortelândia, onde permanecem a disposição da justiça. 

Fonte: EDÉSIO ADORNO/Tangará da Serra

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *