sex. set 18th, 2020

Colniza(MT): Estado acata notificação do MP e destrói trator usado em desmatamento em Taquaruçu do Norte.

Em cumprimento a notificação recomendatória expedida pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, equipes de fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e do Indea realizaram na segunda-feira (20) a destruição de um trator de pneu que estava sendo utilizado para a extração ilegal de madeira, no município de Colniza. O maquinário foi localizado em uma área de difícil acesso, inviabilizando eventual logística para remoção.

Durante a ocorrência, o órgão ambiental também realizou a apreensão de uma arma de fogo, munições e efetuou o embargo da área, que não possui Cadastro Ambiental Rural (CAR). Cerca de 10 hectares foram desmatados e os infratores fugiram do local.   A supressão da vegetação nativa de Floresta Amazônica sem autorização do órgão ambiental no município de Colniza foi detectada através do monitoramento com a utilização de alertas de desmatamento da plataforma de satélites Planet. Grande parte desses alertas incidiram sobre a região denominada Gleba Taquaruçu do Norte, distante 230 km da cidade de Colniza.

Segundo as equipes de fiscalização, houve um aumento nos ilícitos ambientais envolvendo a Gleba Taquaruçu do Norte, em Colniza. Trata-se de uma região de difícil acesso com vários pontos de desmatamento e extração ilegal de madeira, além de histórico de conflitos fundiários.

Durante a fiscalização, equipes da Sema e do Indea realizaram sobrevoo de helicóptero nos dias 16 e 18 de julho e constatou movimentação recente em alguns pontos. No dia 20 de julho, as equipes de fiscais, com apoio de Policiais Militares, se deslocaram por solo com caminhonetes 4×4 até os pontos monitorados dentro da Gleba Taquaruçu do Norte.

Essa ação faz parte da Operação Arco Norte do Governo do Estado de Mato Grosso para o combate aos ilícitos ambientais. Integram a Operação, servidores da Sema, Indea com apoio de Policiais Militares da Rotam, do 3 BPM e do 25 BPM.

A referida operação está sob o comando do Comitê Estratégico para o Combate do Desmatamento Ilegal, a Exploração Florestal Ilegal e aos Incêndios Florestais – CEDIF-MT, composto pelos seguintes órgãos: Casa Civil; Sema, Sesp, Indea, Ibama, ICMBio, Funai, Incra, MPE, MPF, PRF e Forças Armadas do Brasil.

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *