sex. set 18th, 2020

Colniza(MT): Secretário informa que o ônibus da saúde é serviço essencial e que está indo até Juína com apenas 20 passageiros.

O ônibus está indo a Juina levar pacientes com limite de 20 pacientes – O serviço é essencial e respeita as medidas protetivas e de prevenção.

Uma polêmica aconteceu agora em relação ao decreto da prefeitura municipal de Colniza, ou seja, o decreto suspende a entrada de ônibus intermunicipal e interestadual.

Com isso algumas empresas de ÔNIBUS está demitindo seus funcionários, e culpando o decreto por isso. Sendo que esses funcionários tem seus direitos garantidos por lei.

O decreto é de suma importância, pois Colniza não registra nenhum caso de Coronavírus(Covid-19) e caso liberem essas linhas de ônibus elas correm o risco de importar esse vírus.

Alguns funcionários dessas empresas alegam que o ônibus está indo até Cuiabá, e não procede, está indo até Juína e com apenas 20 passageiros.

“Esse é um serviço essencial, e estamos regulando até o Município de Juína, com apenas 20 passageiros, tomando todas as medidas de proteção”. Afirmou o Secretário de Saúde senhor José Vanderlei

Quanto a questão dos funcionários das Empresas de ônibus, é lamentável que os donos dessas empresas estejam abandonando eles nessa hora tão difícil e pior colocando os mesmo contra o decreto e contra as medidas de prevenção e proteção.

Nos do site O PANTANAL ONLINE, já nos colocamos a disposição dos funcionários para irmos em busca dos direitos dos mesmos, mas pelo que observamos, os donos das empresas já “contaminaram” o pensamento dos mesmos contra as medidas de proteção e com isso estão banalizando a gravidade da pandemia.

Aqui, então pedimos que o Ministério Público junto com a Prefeitura municipal de Colniza investigue essa gravidade, pois, já tem funcionários se comportando como verdadeiros advogados dessas empresas, criando abaixo assinado para volta dessas linhas de ônibus, o que seria absurdo, pois a empresa tem que garantir a sobrevivência de seus funcionários, e não demitir os mesmos, os colocando contra o decreto que salva vidas.

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

3 thoughts on “Colniza(MT): Secretário informa que o ônibus da saúde é serviço essencial e que está indo até Juína com apenas 20 passageiros.

  1. Olha Renato as coisas ñ são bem assim,e muito simples pra vc q está trabalhando nos julgar,nos só queremos vou trabalhar e por o pão de cada dia em nossas mesas.A por favor ñ inventa conversa.

  2. Bom eu ñ sou funcionário,sou dono da agência que represento empresas eucatur e irmãos corá a mais de trinta dias estamos parados,tenho contas obrigações a cumprir,despesas so se acomulando pois ñ estou tendo renda nenhuma,outra ñ tem nenhum patrão obrigando ninguem a fazer nada nem menos demitir alguém como disse acho que ñ sabe da missa o terço.tamos fazendo por conta própria pois tenho família tenho que sustentáculos pois ninguém tá me dando nada nem botando comida em casa nem pagando minhas contas,estamos apenas querendo trabalhar defendendo nossos direitos.e ñ tamos querendo fuder com a população como vc disse te orienta Renato.

    1. olha tem até funcionários fazendo abaixo assinado contra o decreto e afirmando que foram demitidos – nos colocamos a disposição para arrumar uma assessoria juridica para fazer o direito dos mesmo, mas não querem – e pior se comportam como advogados do dono da empresa – se é autorizado pela empresa ou não aí é outra história

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *