Juína tem prazo de 5 dias estabelecido pelo MP para construir leitos para tratamento de coronavírus

Pacientes em estado grave decorrente do coronavírus da região deverão ser atendidos na cidade

A Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso (SES) informou recentemente que o município de Juína não têm leitos clínicos suficientes para tratar de possíveis pacientes internados por conta de suspeitas de coronavírus.

Diante da informação da Secretaria de Estado de Saúde o Ministério Público representado em Juína pelo promotor Marcelo Linhares se manifestou.

De acordo com promotor de Justiça na cidade, Marcelo Linhares, o município de Juína teria recebido um valor próximo de R$ 1 milhão de reais em um convênio com a Justiça do Trabalho, com o Ministério Público do Trabalho, e o MP de Mato Grosso, os recursos são destinados exclusivamente para a compra de respiradores e outros insumos para suporte a pacientes que possivelmente possam a vir contrair o coronavírus.

Em documento enviado pelo órgão estadual, especifica-se a habilitação do município a construir, temporariamente pelo menos novos 6 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para atendimento a pacientes que futuramente possam ser diagnosticados com casos de coronavírus da região noroeste, no período de três meses.

Desta forma o promotor decidiu determinar um prazo de 5 dias para que o município de Juína  faça a construção de novos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

 A Secretaria Municipal de Saúde deve começar a articular a implantação dos novos leitos anexo ao Hospital Municipal Hideo Sakuno.

Essa semana o site JNMT divulgou notícias de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre o Ministério Público através da promotoria de justiça e a prefeitura de Juína que garantiu um valor de R$ 220 mil reais, os recursos serão utilizados para compra de respiradores artificiais e outros insumos para serem se necessários usados no tratamento de possíveis pacientes com coronavírus.

Fonte: Cleber Batista JNMT

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT

Qual é a sua Opinião?