sex. nov 22nd, 2019

Ministro da Educação diz que universidades federais custam muito caro e critica reitora da UFMT

Abraham Weintraub afirmou que os professores das universidades federais ganham entre R$ 15 mil e R$ 20 mil para darem 8h de aula por mês.

O ministro da Educação Abraham Weintraub esteve em Cuiabá nesta quinta-feira (5) e disse que o governo federal pretende inverter as prioridades da educação, favorecendo a educação básica e reclamou que as universidades federais custam muito caro e têm privilégios.

“Quanto ganha um professor de uma universidade federal? Com dedicação exclusiva, cerca de R$ 15 mil a R$ 20 mil. Quantas horas de aula ele tem que dar? 8 horas”, disse o ministro.

Ele criticou ainda a gestão da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), da qual a professora Myrian Serra é reitora.

“Não houve no Brasil todo qualquer paralisação ou universidade fechada. O único caso de ficar sem luz por 6h foi aqui e nós do Ministério da Educação (MEC) tivemos que intervir e ligar na concessionária de energia elétrica para que fosse religada. Eu acho que ela está enfrentando uma dificuldade, fruto da gestão que ela mesmo fez ao longo dos mais de três anos que está aí”, afirmou.

TV Centro América entrou em contato com a assessoria de imprensa da UFMT, que afirmou que a direção estava em uma reunião e não poderia se posicionar.

Educação básica

Abraham Weintraub anunciou a liberação de R$ 15 milhões para as prefeituras de Cuiabá, Várzea Grande e Lucas do Rio Verde. Esse dinheiro vai ser usado na construção de creches, aquisição de ônibus para o transporte escolar e na instalação de aparelhos de ar-condicionado nas salas de aula.

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT, em 21/08/2014, conforme processo nº 46210.001548/2014-14

Qual é a sua Opinião?