qui. nov 21st, 2019

“Olha essa bomba Colniza”! Antiga dona da Fazenda “Magali” aponta ‘calote’ de Riva e quer imóvel de volta

Antiga dona da Fazenda Buru aponta ‘calote’ de Riva e quer imóvel de volta

A Fazenda Bauru, em Colniza, também conhecida como Fazenda Magali, que pertence à família do ex-deputado estadual José Riva juntamente com o ex-governador Silval Barbosa, enfrenta outra batalha na Justiça além de briga contra posseiros que invadiram o imóvel e foram obrigados a desocuparem o imóvel nos últimos dias.

Agora, é a Agropecuária Bauru, empresa detentora da propriedade, que tenta suspender o contrato de compra e venda firmado com a Floresta Viva Exploração de Madeira e Terraplanagem Ltda, da família Riva.

Objetivo da Agropecuária Bauru é conseguir a reintegração de posse do imóvel pois alega que sofreu um calote por parte de José Riva. Conforme a petição inicial, uma das alegações é que o ex-parlamentar deixou de pagar as últimas parcelas do contrato.

Conforme os autos, ficou acordado em 2012 que Riva pagaria pela fazenda o total de R$ 18,6 milhões em várias parcelas.

Porém, Riva deixou de pagar nas últimas duas parcelas, que, se somados juros e multas, passam de R$ 20,8 milhões. Porém, ele deixou de pagar nas últimas duas parcelas, que, se somadas com juros e multas, passam de R$ 20,8 milhões.

Além de querer a reintegração de posse e anular o contrato de compra e venda, a Agropecuária Bauru quer que a empresa de Riva seja condenada por danos morais, já que teria envolvido seu nome em tramas criminosas, em um valor a partir de 5% do valor atualizado da fazenda. A informação é do site Ponto na Curva.

Fonte: G.D

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT, em 21/08/2014, conforme processo nº 46210.001548/2014-14

Qual é a sua Opinião?