seg. dez 9th, 2019

Polícia Civil prende mais um integrante de associação criminosa que cometeu roubo e sequestro de família em Juína

Brilhante atuação dos investigadores na elucidação do crime identificou todos os membros da associação criminosa

Mais um integrante de uma associação criminosa que praticou roubo a residência e depois seqüestraram uma família nesta quarta-feira na cidade de Juína, noroeste de Mato Grosso, foi preso pela Polícia Judiciária Civil em cumprimento de mandado de prisão preventiva decretada pela justiça.

Cristian Willian da Silva Rosa, de 21 anos, foi apontado como um dos elementos extremamente violento na ação criminosa, foi ele que deu coronhadas na cabeça de uma das vítimas e depois que ela caiu ao chão a agrediu com chutes, de acordo com as investigações.

Na tarde de hoje ao comparecer na delegacia de polícia para prestar esclarecimentos, Cristian foi informado do mandado de prisão que foi cumprido pela polícia.

Procurado pela reportagem, ele não quis gravar entrevista.

Em entrevista ao Juína News, o delegado de polícia Doutor Marco Remuzzi disse que assim como os demais comparsas, o preso de hoje vai responder pelos crimes de roubo majorado, receptação e associação criminosa.

“ Quarta-feira a noite foi efetuada a prisão em flagrante delito dos quatro suspeitos, na data do fato a Polícia Civil representou pela prisão preventiva desse suspeito que havia foragido e na data de hoje estamos cumprindo o mandado de prisão” – pontuou o delegado.

As investigações prosseguem porque precisam elucidar alguns pontos que não foram esclarecidos, lembrou Remuzzi.

Na quarta-feira durante diligências, um investigador localizou numa vegetação no módulo – 6 onde Cristian estava escondido, a arma do crime, um revolver calibre 38 com numeração raspada.

Os demais presos ainda na quarta-feira são: Cleberson Willian Domingues Gonçalves, 20, Dalino Marques da Silva, 22, este com passagem por roubo em Brasnorte, Luiz Fernando da Silva Rosa, 20, e Cristiano Rodrigues Correa, este último é suspeito de dar apoio aos demais, além de Lucas Vinicius Celestino de Jesus Garbim, vulgo “Marreta”, 22, que morreu no dia seguinte ao crime em confronto com a Força Tática.

Preso preventivamente, Cristian será ouvido, mas já adiantou que vai permanecer em silêncio e logo após será encaminhado ao CDP.

O sétimo envolvido no crime já foi identificado e permanece foragido.

O crime

Na quarta-feira dia 28, uma mulher, a filha dela de 6 anos e o esposo se jogaram  de uma caminhonete em movimento nas proximidades da delegacia de polícia no bairro módulo 05. A família estava em poder de bandidos.

Na verdade, era um roubo seguido de sequestro.

A família, um homem de 46 anos, a mulher de 31 anos e a criança de 6 anos foram socorridos inicialmente pelos policiais e depois levada a UPA pelo SAMU. Apenas a mulher sofreu uma lesão no joelho.

Veículos apreendidos

A camionete Hillux tomada no roubo foi abandonada na Rua Aripuanã no bairro módulo 05, bem próximo estava também abandonado o veículo pálio utilizado no crime. A motocicleta Honda Bros também roubada foi localizada no dia seguinte ao crime no bairro módulo – 6.

Fonte: Juína News

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT, em 21/08/2014, conforme processo nº 46210.001548/2014-14

Qual é a sua Opinião?