Colniza/Castanheira: Motoristas denunciam más condições de trecho da BR-174 e precariedade de pontes

A rodovia tem cerca de 300 km de estrada de terra e é a principal via de escoamento de grãos da região.

Caminhoneiros e produtores rurais do noroeste de Mato Grosso denunciam as más condições das pontes e da BR-174, próximo a Juína, a 737 km de Cuiabá. Segundo eles, as pontes de madeira estão quase caindo e a estrada é de terra.

Segundo os motoristas, as pontes na rodovia ameaçam desabar devido às condições que se encontram e representam um risco à segurança dos motoristas que passam pelo trecho.

Situação de pontes de madeira é crítica — Foto: Divulgação

Situação de pontes de madeira é crítica — Foto: Divulgação

Eles disseram também que o problema não é somente as pontes, mas também a rodovia que não tem asfalto e está em péssimas condições. A rodovia tem cerca de 300 km de estrada de terra e é a principal via de escoamento de grãos da região.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), informou que a licitação para a manutenção da rodovia está em fase final. O contrato terá validade de três anos. Os trabalhos de manutenção devem começar em setembro e os trechos mais críticos serão priorizados.

A BR-174 faz a ligação dos municípios de Castanheira, Aripuanã e Juruena, a 780 km, a 976 km, a 893 km da capital, respectivamente.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT, em 21/08/2014, conforme processo nº 46210.001548/2014-14

You May Also Like

Qual é a sua Opinião?