Gaeco deflagra operação para prender 4 oficiais da Polícia Militar em Cuiabá – leia

O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), que é a polícia do Ministério Público, deflagrou, na manhã desta quarta (21), uma operação com o objetivo de cumprir quatro mandados de prisão contra oficiais da Polícia Militar, em Cuiabá.

Os alvos da operação são investigados por um esquema de adulteração de numeração de armamentos na Superintendência de Apoio Logístico e Patrimônio (Salp) dentro do Comando Geral da PM. Um deles é o tenente-coronel Marcos Eduardo Paccola, atirador de eleite do Bope. Outro é o tenente Cleber Ferreira, do 3º Batalhão da PM que já está preso, acusado de participare de um esquema que facilitou a entrada de 80 celulares na PCE. Ele também é envolvido na Operação Mercenários.

O Gaeco já havia acusado o tenente Ferreira de dois crimes de homicídio, abuso de autoridade e crimes militares não especificados na Folha de Antecedentes. Estes dois dois crimes é que se referem a desdobramentos da Operação Mercenários, através da qual se descobriu e prendeu diversos policiais envolvidos em execuções mediante pagamento, nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande. Mais informações em instantes.

Veja, abaixo, quem está sendo preso:

  • * Tenente Alessandro Parreira de Jesus
  • * Tenente-coronel Marcos Eduardo Paccola
  • * Tenente Thiago Satiro
  • * Tenente Cleber Ferreira

Fonte: RDNews

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT, em 21/08/2014, conforme processo nº 46210.001548/2014-14

You May Also Like

Qual é a sua Opinião?