Turistas brasileiros morrem intoxicados no centro de Santiago

Autoridades locais suspeitam que vazamento de gás causou tragédia envolvendo quatro adultos e duas crianças

 Seis turistas brasileiros morreram nesta quarta-feira, num apartamento de Santiago após ter inalado um gás, possivelmente monóxido de carbono, segundo informações do comandante da polícia da capital chilena.

Os turistas estavam de férias e haviam alugado um apartamento no centro de Santiago e se queixaram de mal estar físico. Um familiar acionou o cônsul brasileiro no Chile, que chegou ao apartamento junto com policiais. Os agentes foram forçados a arrombar a porta, encontrando os corpos dos turistas brasileiros.

— Pudemos constatar que havia seis pessoas mortas, quatro adultos e dois menores, e que possivelmente sua morte foi decorrente de inalação de gás — afirmou o comandante Rodrigo Soto a veículos de imprensa locais.

Os socorristas disseram à imprensa que a tragédia aconteceu em um prédio localizado na rua Santo Domingo, a cerca de doze quarteirões do Palácio de La Moneda, sede do Executivo.

Bombeiros realizaram uma evacuação imediata do edifício e, após realizarem medições no ar do apartamento, detectaram altas concentrações de monóxido de carbono, um gás que não emite odor, e cuja inalação pode ser fatal.

Os seis turistas brasileiros estavam no Chile há uma semana e haviam alugado o apartamento pela internet. Quando a polícia chegou ao apartamento, notou que todas as janelas estavam fechadas o que provocou uma alta concentração de gás, explicou Soto. A capital chilena teve seu dia mais fria neste outono, com temperaturas abaixo de 0º, o que obrigou moradores a fecharem as janelas e ligarem os sistemas de calefação.

A polícia interditou as ruas vizinhas ao edifício e iniciou uma investigação para determinar a causa das mortes dos turistas, enquanto bombeiros realizavam uma extensa busca de possíveis vazamentos de gás nos arredores.PUBLICIDADE

Nos últimos 20 anos, o centro de Santiago se encheu de altas torres de apartamentos, muitos deles agora habitados por milhares de estrangeiros, em alguns casos em más condições, porque em cada apartamento é permitido viver mais de uma família.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT, em 21/08/2014, conforme processo nº 46210.001548/2014-14

You May Also Like

Qual é a sua Opinião?

%d blogueiros gostam disto: