MT: Mendes afirma que reforma afeta previdência estadual

O governador Mauro Mendes (DEM) participou de uma reunião em Brasília com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para debater a proposta de reforma da previdência encaminhada para o Congresso Nacional. Segundo Mendes, mesmo sendo em âmbito nacional, a reforma afetará também a previdência dos servidores do Estado.

“É muito importante todos nós brasileiros compreendermos que o Brasil ou ele cria reforma para o sistema previdenciário, para pagar os aposentados, ou em breve nós teremos mais dinheiro para pagar”, disse o governador após a reunião.

A reforma apresentada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) propõe 40 anos de contribuição para aposentadoria com 100% da média do salário de contribuição, além de idade mínima de 62 anos para mulheres e 65 anos para que homens possam se aposentar.

Para o governador, a reforma trará benefícios também em Mato Grosso, que em 2018 pagou R$ 1 bilhão a mais do que recebeu na previdência estadual. “O governo Federal apresenta proposta que contempla não só servidores da iniciativa privada e do governo Federal, mas dos estados e municípios”.

A expectativa do governador é que com o aumento do tempo de contribuição seja possível equilibrar as finanças da previdência dos servidores do Estado. “Nos próximos anos isso aumenta profundamente [o déficit] e nós esperamos que essa reforma possa corrigir, no médio e longo prazo essas distorções, trazendo o equilíbrio para a previdência, permitindo que sobre dinheiro para investir em outros serviços importantes para o cidadão”.

(Com informações da Agência Brasil)


Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT, em 21/08/2014, conforme processo nº 46210.001548/2014-14

You May Also Like

Qual é a sua Opinião?

%d blogueiros gostam disto: