Caso Caio Anadão Colniza – Até o momento nenhum suspeito foi identificado e preso; PJC continua investigando

Até o momento foram ouvidas 10 testemunhas.

Na madrugada de domingo 13 de janeiro de 2019, em Colniza, Município localizado a aproximadamente 1065 km da capital Cuiabá, por volta das duas horas da manhã, um homem (conhecido na região pela prática de furtos e consumo de entorpecentes) teria invadido a residência da vítima
Caio Vinícius Anadão Barboza, 16 anos de idade, que fica próximo ao mini-estádio e espalhado gasolina na cozinha, e, também jogado o combustível no corpo da vítima e em seguida ateado fogo.

Este caso causou revolta e indignação, pois Caio ficou com 90% do seu corpo queimado e foi transferido em estado grave para capital do estado, vindo a falecer no dia seguinte.

Então entramos em contado com a assessoria da policia judiciária civil e pedimos informações sobre as investigações do caso.

Vejam bem, a Assessoria nos informou que Polícia Judiciária Civil de Colniza segue com as investigações do caso que vitimou o adolescente, Caio Vinícius Anadão Barboza. As diligências estão em andamento e até o momento não há autoria identificada ou prisão de suspeito.

Segundo o delegado, Alexandre da Silva Nazareth, mais de 10 testemunhas foram ouvidas, entre elas a mãe da vítima. A Polícia também aguarda laudo conclusivo de um vídeo com imagens do local, que possam auxiliar na identificação dos autores.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT, em 21/08/2014, conforme processo nº 46210.001548/2014-14

You May Also Like

Qual é a sua Opinião?

%d blogueiros gostam disto: