Tiroteio e morte na “Magali” Politec envia equipe especializada para Colniza

Fazenda Magali Colniza – Tiroteio Na Fazenda Do Pai Da Dep. Janaína Riva Deixa 02 Mortos E 08 Feridos

O Grupo de Atuação em Perícias Especiais (Gape) foi acionado para a realização de perícia oficial e identificação técnica na propriedade rural onde ocorreu o confronto armado em Colniza, na manhã deste sábado (05).

Esta é a primeira ocorrência que conta com o auxílio do Gape, instituído em 2017, com a missão de aperfeiçoar e garantir um atendimento técnico-pericial especializado nos eventos e situações emergenciais e de alta complexidade.

Uma equipe completa da Politec, formada por quatro profissionais sendo, perito criminal, papiloscopista, médico legista e técnico em necropsia, estão se deslocando para a propriedade com o auxílio de uma aeronave do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

No local, os profissionais realizarão o levantamento de local de crime, a identificação das vítimas e a necropsia nas vítimas. Sete pessoas foram socorridas e encaminhadas para atendimento médico hospitalar. As informações colhidas até o momento são de dois óbitos no local.

De acordo com informações preliminares, o confronto teria ocorrido entre seguranças da Fazenda “Bauru” – antiga fazenda Magali – de propriedade da família Riva, e supostos membros do movimento sem-terra que tentavam “invadir” o local.

De acordo com as primeiras informações,  segundo Derisvaldo de Sá,  é de que o grupo de trabalhadores rurais estavam na beira do rio quando foram surpreendidos pelos seguranças da fazenda. 

O tiroteio na Fazenda Baurú(Magali), localizada em Colniza, aproximadamente 1065 km da capital Cuiabá, de Propriedade do senhor José Geraldo Riva, pai da Janaína Riva, Deputada Estadual de Mato Grosso, e do ex-governador de MT Silval Barbosa, deixou até o momento Duas pessoas mortas, uma identificada como Elizeu, e 8 foram baleadas.

Vídeo mostra suposto início de tiroteio na Fazenda:

“Tem que vir apoio aqui para gente. Não vem de ônibus para demorar 2 dias. Tem que vir de avião para chegar hoje ainda. Vai precisar do Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] porque nós acertamos de 4 a 6 pessoas, inclusive mulher. Estavam tudo no meio e vieram pra cima da gente”, diz o audio enviado por um segurança à polícia, no momento do crime.

Polícia Judiciária Civil atende ocorrência em fazenda de Colniza

A Polícia Judiciária Civil de Colniza já se deslocou para a propriedade rural onde ocorreu confronto armado, na manhã deste sábado (05).

Sete pessoas foram socorridas e encaminhadas para atendimento médico hospitalar. As informações colhidas até o momento são de dois óbitos no local (ainda a ser confirmado).

A Delegacia de Polícia de Colniza solicitou reforço da Gerência de Operações Especiais (GOE) – da Polícia Civil – Ciopaer (da Secretaria de Segurança Pública), e peritos da Politec de Cuiabá para realizar os trabalhos de local de crime e necropsia.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT, em 21/08/2014, conforme processo nº 46210.001548/2014-14

You May Also Like

Qual é a sua Opinião?