Bomba na Magali – Vídeo mostra suposto início de tiroteio na fazenda em Colniza.

Pessoas desesperadas e correndo!

Recebemos um vídeo aonde mostra supostamente o início do tiroteio na fazenda Baurú(Magali), vejam :

Neste 05 de janeiro de 2019, pela manhã, recebemos informações de que na Fazenda Bauru, conhecida como fazenda “Magali”, de propriedade do ex-deputado José Riva e do Ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa, aconteceu um tiroteio e no local tem pessoas mortas e feridas.

A Polícia civil e militar já foi acionada e já estão indo até o local com uma ambulância da SAMU.

Hospital André Maggi está lotado de familiares e curiosos em busca de informações:

A situação é dramática na porta do hospital Municipal de Colniza, várias pessoas em busca de informações, e apuramos até o momento que através de fontes não oficiais que já tem 02 mortos.

Quanto a feridos há informações de que podem ser mais de 06 feridos e oficialmente um irá sair de avião para Juína em estado gravíssimo.

Em breve mais informações

Entenda o caso:

A Fazenda Agropecuária Bauru(Magali) vinha sofrendo invasões desde o ano 2000 e que, após a reintegração de posse ocorrida em 2017, as ameaças se intensificaram até culminar com a invasão do grupo que tomou as terras à força.

A Polícia Militar (PM) cumpriu no dia 08 de dezembro de 2018, ordem de desocupação da Fazenda Bauru, propriedade do ex-deputado estadual José Riva localizada em Colniza (1.042 km ao norte de Cuiabá). A área estava sendo utilizada por cerca de 200 pessoas. Não houve confronto entre as partes.

O ex-ocupantes tinham que ficar 5 km afastados do local, conforme decisão do juiz Carlos Roberto Barros de Campos, da 2ª Vara Cível Especializada em Direito Agrário.

O Ministério Público alertou em outubro que um grupo de aproximadamente 200 pessoas ocupou a Fazenda Agropecuária Bauru , que possui 46 mil alqueires. O clima no local era de tensão, já que 30 seguranças privados contratados por Riva estavam se deslocando para a fazenda.

Diante da situação, o MP comunicou novamente as autoridades competentes reiterando providências, já que havia possibilidade de um confronto entre posseiros e seguranças.

A preocupação do MPE era que pudesse ocorrer novamente uma tragédia na região, assim como a registrada em abril de 2017, quando 9 trabalhadores rurais foram brutalmente assassinados no Distrito de Taquaruçu do Norte.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT, em 21/08/2014, conforme processo nº 46210.001548/2014-14

You May Also Like

Qual é a sua Opinião?