Viaduto atingido por bomba pode desabar, confirma Dnit

Órgão pediu reforço da Polícia Federal e vai decretar estado de emergência.

Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit)confirmou que o viaduto atingido por uma bomba na BR-020, em Caucaia, corre risco de desabar a qualquer momento. Segundo a superintendente do órgão, Lires Silveira Campelo Carneiro, o Dnit pediu reforço da Polícia Federal (PF) e vai decretar estado de emergência nas próximas horas.

Apesar do laudo pericial sobre os danos na estrutura não ter saído até o momento o decreto vai garantir a contratação de empresa para corrigir os problemas estruturais do viaduto de forma emergêncial, conforme Lires Carneiro. O trabalho inicial deve consistir no nivelamento do terreno para estabilizar a coluna do equipamento. A partir desta sexta-feira (4) terá início o escoramento da estrutura.

A explosão que atingiu uma das colunas do viaduto aconteceu na madrugada desta quinta-feira (3). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), no local foram encontrados explosivos e uma das colunas do equipamento teve a estrutura comprometida. Ninguém ficou ferido. Fotossensores do município também sofreram avarias. 

O equipamento segue interditado desde cedo e os motoristas em tráfego pelo local devem pegar uma rota alternativa. Quem estiver dirigindo pela BR 020 no sentido Fortaleza/Canindé precisa acessar a direita na alça do viaduto que dá acesso a BR-222 e seguir por cerca de 300 metros, fazer um retorno improvisado à esquerda e pegar o outro lado da BR- 222.

Já quem segue na BR 222 no sentido Sobral/Maracanaú não pode passar por baixo do viaduto. Sendo assim, os condutores precisam fazer o contorno a partir das alças do equipamento e seguir normalmente.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT, em 21/08/2014, conforme processo nº 46210.001548/2014-14

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: