Prefeitura adquire máquinas de empresa envolvida no ‘escândalo dos maquinários’ e MP-MT vê indícios de irregularidades

Compra custou R$ 7 milhões e MP alega que a Prefeitura de Tangará da Serra não demonstrou ter feito a cotação para a compra. Entre as máquinas estão caminhões-caçamba, caminhões-pipa e trator.

O prefeito de Tangará da Serra, a 242 de Cuiabá, Fábio Martins Junqueira (MDB), a Câmara de Vereadores e o secretário de Infraestrutura, Selton Vieira, foram notificados pelo Ministério Público Estatual (MPE) nesta segunda-feira (10) por indícios de irregularidades na compra de maquinários para o município, no valor de mais de R$ 7 milhões.

Até a publicação desta reportagem a prefeitura não tinha se manifestado sobre o assunto.

Nessa terça-feira (11) a notificação deve ser discutida na Câmara, segundo o presidente do Legislativo municipal, Hélio Schwabb (PSD). Ele afirmou que não teve acesso ao documento que cita as irregularidades e que vai verificar o caso.

“Nós temos a oficialização na Câmara Municipal, mas não temos o documento que diz sobre improbabilidade administrativa em relação aos maquinários. Esperamos que realmente seja bem analisado por todos os vereadores para encontrar uma forma de resguardar o dinheiro do município”, disse.

De acordo com o Ministério Público, a empresa vencedora da licitação está envolvida no escândalo de superfaturamento de R$ 44 milhões na compra de máquinas e equipamentos pelo governo do estado. O esquema que funcionou em 2009 ficou conhecido como ‘escândalo dos maquinários’.

No mês passado, a Justiça condenou o ex-secretário estadual de Administração Geraldo de Vitto, o ex-superindente da Secretaria Estadual de Infraestrutura, Valter Sampaio, e 10 empresários por participação no esquema de fraude na compra de maquinários pelo governo.

O documento argumenta que a pesquisa de mercado apresentada pela Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística (Sinfra) não apresenta documentos que comprovem a cotação.

Algumas máquinas já foram compradas pelo município e já estão em operação. Entre as máquinas estão caminhões-caçamba, caminhões-pipa e trator.

O Ministério Público recomendou que a compra seja suspensa.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT, em 21/08/2014, conforme processo nº 46210.001548/2014-14

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: