Dois policiais militares presos são suspeitos de participação em grupo criminoso que invadiu fazenda em MT

A propriedade está localizada a 70 km de Nova Ubiratã. Um grupo invadiu o local, expulsou a família que mora na fazenda e manteve o caseiro refém por quatro dias.

Dois policiais militares foram presos por participarem de um grupo que invadiu uma fazenda no Distrito de Santo Antônio do Rio Bonito, na região de Nova Ubiratã, a 506 km de Cuiabá.

A propriedade está localizada a 70 km de Nova Ubiratã. Um grupo invadiu o local, expulsou a família que mora na fazenda e manteve o caseiro refém por quatro dias.

No confronto, dois suspeitos foram mortos em confronto com a polícia.

Os policiais assim como os demais irão responder pelos crimes de associação criminosa, cárcere privado e sequestro, roubo, esbulho possessório, porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e restrito.

A invasão

Três dos suspeitos foram presos depois que policiais militares, acompanhados de um oficial de Justiça, apuravam uma denúncia de invasão de terra e cárcere privado na propriedade.

Eles foram recebidos a tiros pelo grupo que estava fortemente armado. A polícia revidou e cinco pessoas escaparam pela mata. Outros três acabaram presos.

O caseiro da fazenda contou à PM que passou quatro dias sob o domínio dos suspeitos. Ele disse que foi obrigado a cozinhar para o grupo e que era ameaçado de morte o tempo todo.

Ainda segundo a polícia, o proprietário da fazenda contou que, sob forte ameaça, ele e a família tiveram que deixar o local após a chegada dos suspeitos.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT, em 21/08/2014, conforme processo nº 46210.001548/2014-14

You May Also Like

Qual é a sua Opinião?