“Clima de Guerra na Magali em Colniza(MT)” – Vídeos mostram seguranças armados expulsando grileiros da área da fazenda.

A invasão da Fazenda “Magali” em Colniza está se tornando um barril de pólvora

Um grupo de aproximadamente 200 pessoas ocupou a fazenda “Magali” em Colniza, a 1.065 km de Cuiabá, no dia 29 de outubro de 2018. A invasão é preocupante, segundo o Ministério Público Estadual (MPE), que alertou o governo de Mato Grosso sobre risco de conflito armado.

Sendo que hoje dia 09 de novembro de 2018, a equipe do Site o Pantanal OnLine, teve acesso a vários vídeos, que estão circulando pelo Whatsap, que mostra um clima tenso entre invasores e seguranças armados, que foram contratados pelos proprietários da fazenda. Vejam:

Nas imagens mostra uma ponte que supostamente teria sido incendiada pelos seguranças da fazenda. Os invasores afirmam que é uma via pública e não poderia ser interditada.

Leiam Também:

A alegação dos invasores é que eles teria sido enganados por um dos proprietários da fazenda, o ex-deputado José Geral Riva.

Procuramos contatos dos proprietários da fazenda, bem como dos responsáveis pela equipe de segurança da “Magali”, mas até o momento não conseguimos.

Lembrando que nesta fazenda já aconteceu várias tragédias, como os homicídios acorridos em 2008.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *