Colniza(MT) no Jornal Nacional – JN falou da prisão do delegado e dos investigadores suspeitos de tortura

Segundo MP, três pessoas denunciaram o delegado e os agentes por agressões físicas. Suspeitos trabalhavam na delegacia do município de Colniza.

O grupo de promotores de Mato Grosso que combate o crime organizado prendeu dois investigadores e um delegado suspeitos de tortura.

O delegado Edison Ricardo Pick e os investigadores Woshington Kester Vieira e Ricardo Sanches trabalhavam na delegacia do município de Colniza, no norte do estado. Eles foram responsáveis pelas investigações da morte de nove trabalhadores rurais, em abril de 2017. Crime que ficou conhecido como “chacina de Colniza”. E também pelo inquérito sobre o assassinato do prefeito Esvandir Antônio Mendes, do PSB, em dezembro de 2017.

Segundo o Ministério Público, três pessoas denunciaram o delegado e os agentes por agressões físicas, que teriam ocorrido em janeiro e maio de 2018. As vítimas passaram por exames que confirmaram lesões provocadas supostamente por socos e pontapés.

O mandado de prisão a que o Jornal Nacional teve acesso relata o depoimento de um adolescente que foi pego com maconha, em janeiro. Ele contou que o investigador Kester e outros policiais, com a participação do delegado Edison Pick, “desferiram socos, tapas e chutes na costela e o seguraram pelo cabelo, além de colocarem uma sacola na cabeça dele com o objetivo de asfixiá-lo”.

Outra denúncia partiu de um preso que foi levado à delegacia para prestar depoimento. Ele disse que levou “murros e joelhadas” e que foi ameaçado de morte caso denunciasse a agressão. Um terceiro homem denunciou que foi torturado em casa. Segundo ele, o delegado Pick o ameaçou de morte e colocou a sacola umas sete vezes na cabeça dele, na frente da esposa.

Além dos depoimentos das vítimas e dos exames, servidores públicos confirmaram a prática de tortura em casos investigados pelo delegado Edison Pick.

As defesas dos três policias disseram que só vão se manifestar depois de terem acesso à denúncia.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *