Bomba!!! Operação prende delegado e investigadores por crimes de tortura

Bomba Gaeco cumpre mandados de prisão em Colniza

O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), composto  por membros do Ministério Público, polícia Civil e Polícia Militar, e a Promotoria de Justiça de Colniza estão, neste momento (terça-feira, 16), dando cumprimento a 3 mandados de prisão preventiva em Colniza (1.065 Km a noroeste de Cuiabá), expedidos pelo juízo da comarca, em face do delegado de Polícia e dois investigadores do município.

As investigações estão em curso e apuram a prática de crimes de tortura cometidos pelos implicados na comarca de Colniza. Os cumprimentos dos mandados de prisão contam com o apoio e acompanhamento integral da Corregedoria Geral de Polícia Judiciária Civil do Estado de Mato Grosso.

As ordens judiciais foram requisitadas pelo Ministério Público de Colniza. A Corregedoria da PJC não teve acesso prévio ao teor da denúncia da Promotoria, no entanto, deu início às diligências para apurar os fatos no âmbito administrativo disciplinar.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *