Em MT, 48% dos servidores correm risco de perder salários em setembro

Dos servidores efetivos, 16.423 ainda não atualizaram dados

Desde o início do recadastramento dos servidores públicos do Estado de Mato Grosso, em 1º de agosto, somente 16.423 servidores, de um total de 49.479, concluíram a sua atualização cadastral. O prazo final é 30 de setembro.

Além do bloqueio salarial, o servidor que não se recadastrar no prazo previsto responderá Processo Administrativo Disciplinar (PAD) para apuração dos fatos. O servidor que inserir informações falsas também será responsabilizado por meio do PAD.

A informação vem do balanço parcial do recadastramento dos servidores efetivos, comissionados e empregados públicos do Estado de Mato Grosso, divulgado pela Secretaria de Estado de Gestão, a (Seges) por meio do informativo de recadastramento 2018. Órgãos como a Secretaria de Estado de Saúde (SES), a Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas) e da Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc), ainda possuem mais de 70% de seus servidores sem concluir a atualização cadastral.

É importante lembrar que o cadastro somente será concluído após o seu total preenchimento e a validação pela chefia imediata. Já está disponível no site da Seges https://portaldoservidor.gestao.mt.gov.br/Recadastramento/ o link para realizar o recadastramento.

O servidor preencherá o formulário online e após a conclusão do recadastramento, a chefia imediata receberá uma mensagem por e-mail para atestar com um clique, em tempo real, o recadastramento do servidor no sistema. Após esta primeira etapa, o servidor receberá um link de confirmação por e-mail, pelo qual deve concluir o seu recadastramento.

O PANTANAL ONLINE/FOLHA MAX

 

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT, em 21/08/2014, conforme processo nº 46210.001548/2014-14

You May Also Like

Qual é a sua Opinião?

%d blogueiros gostam disto: