TJ manda exonerar capitão da PM condenado por roubar, sequestrar e estuprar adolescente em MT

Crime foi cometido em setembro de 2014 no município de Barra do Bugres. Maicon Moraes de Aguiar, de 35 anos cumpre pena em uma unidade militar do estado.

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) determinou a exoneração de um capitão da Polícia Militar condenado por roubar, sequestrar e estuprar adolescente de 13 anos no Distrito de Currupira Barra do Bugres, a 169 km de Cuiabá, em 2014.

Maicon Moraes de Aguiar, de 35 anos, já cumpre pena pelo crime. Ele foi condenado em julho de 2015, mas não havia perdido a patente.

A exoneração foi deterinada após um recurso impetrado pelo governo do estado, por sugestão da corporação.

O G1 tentou contato, por telefone, com o advogado de defesa de Maicon. Até a publicação dessa reportagem, entretanto, não obteve retorno.

De acordo com o processo, a adolescente estava na porta da casa dela com o então namorado também adolescente, de 17 anos, quando foram abordados pelo policial.

Maicon usou uma arma para intimidar os adolescentes e obrigá-los a entrar no carro dele. O namorado da adolescente foi colocado no porta-malas do veículo e ela obrigada a sentar no banco do passageiro.

Os dois foram levados para uma estrada deserta na zona rural, onde o estupro aconteceu.

Após o crime, o policial tomou os celulares dos jovens e os abandonou na estrada, sob ameça de matar os familiares, caso contassem a alguém sobre o ocorrido. Maicon foi condenado e está preso em uma unidade militar do estado.

Na semana passada, o Pleno do TJMT julgou procedente o pedido do governo para perda da patente e exoneração do servidor.

Em nota, a PM afirmou que o julgamento está amparado na decisão do Conselho de Justificação instalado pela corporação, após uma análise específica do caso.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator na Empresa O Pantanal OnLine, sob o número 0002048/MT, em 21/08/2014, conforme processo nº 46210.001548/2014-14

You May Also Like

Qual é a sua Opinião?