MP produz revista sobre a realidade do local onde ocorreu a maior chacina de Taquaruçu do Norte.

Revista Especial Chacina Colniza

No mês de abril, Mato Grosso foi notícia nacional e até mesmo internacional, por ter sido palco da maior chacina já registrada no Estado. Nove pessoas foram brutalmente assassinadas. Algumas das informações publicadas na mídia foram desencontradas, em razão do local onde os crimes ocorreram ser de difícil acesso, não ter comunicação e do resgate dos corpos ter demorado cerca de 40 horas para começar. Mas, por que estes homicídios aconteceram? Quem são essas pessoas que morreram? Alguém sobreviveu? Essas vítimas deixaram familiares? Quem permanece no local? Onde fica este lugar chamado Taquaruçu do Norte? Como chegar até lá?

Para responder estas e outras perguntas o Ministério Público do Estado de Mato Grosso percorreu estrada de chão, atoleiros, pontes improvisadas e as surpresas da Floresta Amazônica para chegar até o pequeno Distrito de Taquaruçu do Norte, que pertence ao município de Colniza (1.114 de km de Cuiabá). Entre ida e volta foram 3.200 km rodados. Na missão, 16 pessoas envolvidas, cinco veículos, sendo três viaturas da Polícia. A proposta de ir até o local partiu do promotor de Justiça de Colniza, Willian Oguido Ogama, que foi em busca de informações para subsidiar um relatório que foi confeccionando sobre o caso. A imprensa do MP acompanhou toda a viagem e produziu uma série de TV, que pode ser conferida em nosso Portal, e uma revista que você pode ler no link abaixo.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *