Mãe é presa por fazer filha de 2 anos refém com uma faca após briga com o marido em MT

Segundo a Polícia Militar, a mulher estava descontrolada e ameaçou matar a filha. Suspeita colocava a faca na barriga da criança por várias vezes.

Uma mãe foi presa suspeita de fazer a própria filha, de 2 anos, refém e tentar matá-la na casa da família na cidade de Alto Paraguai, a 219 km de Cuiabá. A situação ocorreu na noite de domingo (10) após uma briga da mulher, de 26 anos, e o marido dela.

Segundo a Polícia Militar, a mulher estava descontrolada e ameaçou matar a filha. O avô da criança acionou a PM, que conseguiu imobilizar a suspeita quase uma hora após as tentativas de negociação.

Os policiais se depararam com a criança no colo da mãe, que estava com uma faca na mão ameaçando matá-la. A todo instante ela dava golpes com a faca em um colchão, demonstrando estar determinada a tirar a vida da criança, conforme os policiais.

Por diversas vezes, segundo relatos do avô, ela colocava a faca na barriga da filha, sendo que, em uma delas, ficou cerca de 15 minutos com a faca encostada no corpo da menina.

Os policiais tentaram negociar a liberação da criança. Após cerca de uma hora de negociações, um dos policiais, ao perceber um momento de distração da mãe, pulou e segurou a mão da suspeita.
Para detê-la foi preciso também a ajuda do outro policial, pois a mulher tentava se soltar a todo custo, sendo necessário o uso de força para contê-la, retirar a faca da mão e pegar a criança sem que fosse ferida pela mãe.

A suspeita disse que é casada e tem duas filhas, a de dois anos e outra de 7, mas só a mais nova é filha dele. Ela afirmou que há dias começou a ter brigas por conta da outra menina que não é dele e da qual o marido não gosta.

Em uma das discussões, o marido teria dado um tapa no rosto da mulher e ela teria pego uma faca para defender-se Depois disso, ela pegou a filha do casal e com a faca e começou as ameaças. Ele fugiu do local após o fato.

O avô, que é sogro da suspeita, disse que o filho chegou em casa gritando desesperado dizendo que a mulher tinha pego a faca para atacá-lo.

A suspeita foi conduzida para a Delegacia da Polícia Civil de Diamantino. A criança está sob cuidados do Conselho Tutelar.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *