Com pênalti no fim, Real evita vexame contra Juve e vai à semi da Champions

Com pênalti no fim, Real evita vexame contra Juve e vai à semi da Champions

O Real Madrid viu seu maior rival cair de maneira histórica para a Roma na terça-feira (10). Um dia depois, por pouco, não sentiu o mesmo na pele. A equipe merengue viu ruir uma vantagem de três gols para a Juventus e precisou de um pênalti no último lance para avançar à semifinal da Liga dos Campeões. A derrota por 3 a 1 deixou os torcedores madridistas com uma sensação de desconfiança sobre o futuro da equipe de Zidane.

O lance polêmico aconteceu faltando apenas 30 segundos para o final da partida. Nesse momento, Benatia cometeu pênalti em Lucas Vázquez e colocou o Real a uma cobrança da semifinal. Tranquilo, Cristiano Ronaldo bateu e colocou os atuais campeões na próxima fase.

Com o resultado, o Real Madrid se junta à Roma, Liverpool e Bayern de Munique na semifinal da Liga dos Campeões. Os duelos serão sorteados nesta sexta-feira (13), às 8h (de Brasília).

O melhor: Manduzkic

O croata foi colocado na fogueira. Depois de a estrela Paulo Dybala ser expulso na primeira partida, coube a Manduzkic entrar no segundo jogo. E ele não decepcionou. Com dois gols, o atacante foi o responsável por deixar a Juventus tão perto da classificação.

O pior: Navas

O goleiro costarriquenho se mostrou inseguro durante toda a partida. Percebendo isso, a Juventus subiu sua marcação e começou a pressionar a saída de bola, forçando Navas a dar chutões. No segundo tempo, uma saída equivocada deixou a bola nos pés de Matuidi para fazer o terceiro da Juventus.

Juventus incendeia o duelo no primeiro minuto

A Juventus começou o jogo com tudo. Logo no primeiro minuto, Douglas Costa desarmou Casemiro no meio de campo e partiu em contra-ataque. O brasileiro achou Khedira aberto pela direita, que cruzou com perfeição na cabeça de Mandzukic. O croata mergulhou para abrir o placar.

Livre, Higuain falha

O segundo gol da Juventus por muito pouco não saiu de mais um contra-ataque puxado por Douglas Costa, aos sete minutos. O brasileiro aproveitou erro de Varane, arrancou em velocidade e cruzou forte rasteiro para o meio da área. Navas se jogou para cortar e deixou a bola viva no meio da área. Na sobra, Higuain apareceu livre, mas chutou em cima do goleiro costarriquenho, que evitou o segundo da Juventus.

Real vai às redes, mas não vale

Acuado, o Real Madrid chegou a ir às redes no primeiro tempo, mas o tento foi anulado. Aos 13 minutos, Modric tocou para Kroos, que achou Cristiano Ronaldo na esquerda. O português invadiu a área, pedalou e chutou para a defesa de Buffon. No rebote, Isco tocou por cima do goleiro e mandou para as redes. O espanhol, contudo, estava um pouco à frente e o gol foi anulado.

Mandzukic deixa a Juventus sonhar

O improvável começou a ficar cada vez mais provável aos 36 minutos do primeiro tempo. Lichtsteiner cruzou para a área e Mandzukic apareceu para testar para o fundo das redes de Buffon, o segundo gol do croata na partida. Naquele momento, a Juventus precisava de só mais um tento para levar a partida para a prorrogação.

O improvável acontece

Quando Douglas Costa cruzou aos 15 minutos do segundo tempo, o lance parecia que morreria nas mãos de Navas. Mas só parecia. Ao tentar agarrar, o costarriquenho bateu roupa e deixou a bola livre para Matuidi, que chegou antes de Varane e empurrou para o fundo das redes. Nesse momento, a Juventus conseguia tirar a vantagem do Real e deixou o duelo à beira da prorrogação.

Aposta de Zidane não dá resultado

Zidane decidiu mexer na escalação do Real Madrid apesar da boa vantagem conquistada na Itália. Para o duelo no Santiago Bernabéu, o treinador francês decidiu deixar Karim Benzema no banco de reservas e colocar Gareth Bale entre os titulares. A mudança não deu resultado.

Durante os 45 minutos em que ficou em campo, Bale nada produziu. Com a Juventus com dois gols no placar, Zidane decidiu voltar para o segundo tempo com Asensio no lugar do galês.

Pênalti elimina a Juventus

A partida parecia caminhar para a prorrogação quando Benatia cometeu um pênalti infantil em Lucas Vázquez. Após cruzamento para a área, o marroquino foi de maneira atrapalhada e derrubou o rival. A marcação levou Buffon à loucura, que xingou o árbitro e acabou sendo expulso.

Na cobrança, Cristiano Ronaldo superou Szczesny, que entrou no lugar de Buffon, e levou o Real Madrid para a semifinal da Liga dos Campeões.

Douglas Costa deixa Marcelo em maus lençóis

Enquanto Douglas Costa se destacava, Marcelo era um dos pontos de desequilíbrio do Real Madrid na partida. O atacante da Juventus fazia o que queria nas costas do lateral brasileiro. Foi dos pés de Douglas Costa que começou a jogada do primeiro gol. E foi dele o cruzamento para o tento de Matuidi. Pelo lado espanhol, foi pelo lado de Marcelo que saiu as jogadas dos três gols italianos.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *